O conglomerado Dubai World disse que está em “conversas construtivas” com os bancos para reestruturar ao redor de US$ 26 bilhões em dívida, dos quais aproximadamente US$ 6 bilhões estão relacionados aos bônus islâmicos (sukuk) emitidos por sua subsidiária Nakheel.

A reestruturação da Dubai World incluirá várias fases e a companhia está considerando alternativas para suas obrigações da dívida, segundo comunicado divulgado por e-mail. As informações são da Dow Jones.