Dois dias depois do anúncio da saída de Cássio Casseb da presidência do Banco do Brasil, foi publicado hoje (18), no Diário Oficial, decreto nomeando o atual vice-presidente da Área Internacional, Rossano Maranhão Pinto, para a presidência interna da instituição. De acordo com a assessoria de imprensa do BB, não haverá cerimônia de transmissão de cargo na interinidade.

Maranhão já está despachando normalmente como presidente do banco e, na próxima semana, comandará a divulgação do balanço trimestral da instituição, em solenidade marcada para o dia 25, quinta-feira.

Segundo a assessoria do BB, o Conselho de Administração do Banco deverá ser convocado na próxima semana para referendar o nome de Francisco Lima Neto para ocupar, também interinamente, o cargo que era de Rossano Maranhão. Assim como o presidente interino, Lima Neto é funcionário de carreira do BB e atuava como diretor comercial, uma das três diretorias vinculadas diretamente à Área Internacional. Era, portanto, diretamente subordinado a Rossano Maranhão.

No BB a expectativa é de que Maranhão não faça alteração na equipe enquanto durar a interinidade. A linha de frente do BB composta pelos sete vices-presidentes, é a mesma desde que Casseb assumiu a instituição, no início do governo Lula. Fazem parte da equipe Ricardo Conceição, funcionário de carreira do BB aposentado e um especialista na área rural. Ele é o vice-presidente de Agronegócios e Governo. Édson Monteiro, também funcionário do banco, é o vice-presidente de Varejo e Distribuição. Luiz Oswaldo Santiago cuida da gestão de Pessoal e o ex-presidente do Banco de Brasília (BRB), Luiz Eduardo Franco de Abreu, é o vice-presidente de Finanças. José Luiz Cerqueira César é o responsável pela área de Tecnologia e Logística e Adézio Lima é o vice-presidente de Crédito, Controladoria e Risco Global.