A deputada federal Maria Lúcia Cardoso (PMDB-MG) divulgou nota nesta sexta-feira (13) confirmando que prestou queixa formal por agressão contra o marido, o ex-governador de Minas, Newton Cardoso (PMDB), e que tomou tal atitude para não trair seus "princípios". "Na minha luta pelos direitos das mulheres, tanto na Câmara Federal, como durante toda a minha trajetória política, sempre repudiei este tipo de comportamento machista e desrespeitoso de homens que preferem a força física ao diálogo", afirma a deputada no comunicado distribuído à imprensa.

"Sempre encorajei as mulheres que denunciassem seus companheiros para que atos perversos como estes não se tornassem rotina". Ela observou ainda que as mulheres brasileiras não podem "calar diante da prepotência e da injustiça dos homens". "Como mulher pública que sou cabe a mim também a tarefa, ainda que incômoda e triste, de dar o exemplo a tantas mulheres que sofrem caladas".