A campanha de vacinação contra a gripe entrou em seus últimos dias em Curitiba. De acordo com a prefeitura de Curitiba, quem faz parte dos públicos prioritários e ainda não tomou a vacina contra a gripe, deve procurar uma unidade de saúde até a próxima terça-feira (30), último dia das imunizações. Iniciada em 23 de março, a campanha deveria ter sido encerrada em 22 de maio, mas foi prorrogada duas vezes, com a data final definida para 30 de junho. 

Compõem o grupo que deve receber a vacina os profissionais de saúde, idosos, crianças de 6 meses a 5 anos completos, gestantes, puérperas (mães que tiveram filhos até 45 dias), doentes crônicos, imunussuprimidos, transplantados e pessoas com deficiência. VEJA NO FIM DO TEXTO OS LOCAIS DE VACINAÇÃO.

LEIA MAIS – Secretário de Saúde do PR cogita medidas mais duras pra frear covid-19 em Curitiba, RMC e Oeste

Além deles, também podem receber a vacina contra a gripe os adultos com idades entre 55 e 59 anos, professores, motoristas, cobradores, caminhoneiros e profissionais das forças de segurança. Veja os locais de vacinação abaixo. 

Lembrando que a vacina não imuniza contra o novo coronavírus, mas auxilia na exclusão do diagnóstico para a covid-19, já que os sintomas são parecidos. “Estar vacinado também ajuda a reduzir a sobrecarga nos serviços de saúde, já demandados por conta da epidemia do novo coronavírus”, explica a superintendente de Gestão em Saúde, Flávia Quadros.  

Meta de imunização

A meta nacional é imunizar 90% de cada público alvo. Em Curitiba a cobertura entre os idosos e trabalhadores da saúde já alcançou 100%, mas alguns grupos ainda não atingiram a meta. Entre as crianças (de 6 meses a 5 anos completos) a cobertura é de 39%; entre as gestantes 31%; puérperas 71%; doentes crônicos 49%; e professores 63%. Até o momento, de acordo com as autoridades de saúde municipais, já foram realizadas 476.585 doses da vacina contra a gripe na capital paranaense, pela rede pública e rede privada. 

Segundo Flávia, quem ainda não se vacinou deve buscar uma unidade de saúde. “Muitas pessoas estão deixando de se vacinar por medo do novo coronavírus. Curitiba adotou medidas para garantir a continuidade da assistência com segurança, como as dez unidades de saúde exclusivas para vacinação”, explicou.

VEJA MAIS – Hospital exclusivo para casos de covid-19 deve ser aberto em Curitiba

Além das unidades exclusivas para vacinação, há ainda 78 unidades da rede municipal que ofertam vacinas de rotina do calendário nacional. Nessas unidades gestantes, crianças e puérperas também poderão se imunizar contra a gripe.

“Para conter medidas de contaminação da covid-19 essas unidades possuem fluxo separado de atendimento. Já na entrada da unidade pessoas com sintomas respiratórios são direcionadas para área separada”, contou a superintendente.

Onde vacinar?

Todos os públicos prioritários para imunização contra influenza – gestantes, puérperas, crianças de até cinco anos, profissionais de saúde, idosos, doentes crônicos, pessoas com deficiência, adultos entre 55 e 59 anos, professores, motoristas, cobradores, caminhoneiros e profissionais das forças de segurança – devem procurar umas das dez unidades exclusivas para vacinação.

Confira aqui a lista das 10 unidades abertas exclusivamente para vacinação, de segunda à sexta-feira:

BAIRRO NOVO
US São João Del Rey
Rua Realeza, 259 – Sítio Cercado

BOQUEIRÃO
US Visitação
Rua Bley Zorning, 3136 – Boqueirão

BOA VISTA
US Bacacheri
Av. Erasto Gaertner, 797 – Bacacheri

CAJURU
US Iracema
Rua Prof. Nivaldo Braga, 1571 – Capão da Imbuia

CIC
US Campo Alegre
Av. das Indústrias, 1749 – CIC

MATRIZ
US Mãe Curitibana
Rua Jaime Reis, 331 – Alto do São Francisco

PINHEIRINHO
US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

PORTÃO
US Santa Quitéria 2
Rua Bocaiúva, 310 – Santa Quitéria

SANTA FELICIDADE
US Bom Pastor
Rua José Casagrande, 220 – Vista Alegre

TATUQUARA
US Santa Rita
Rua Adriana Zago Bueno, 1350 – Tatuquara

Para as crianças, gestantes e puérperas há ainda a opção de se imunizar em uma das 78 unidades básicas de saúde:


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?