A mulher de 23 anos que estava internada no Hospital de Clínicas (HC) com suspeita de coronavírus recebeu alta na tarde de quarta-feira (29). Dos três casos suspeitos no Paraná, nenhum se confirmou.

Não há nenhum caso da doença no Brasil. O surto do novo coronavírus já registrou mais de 7,7 mil casos apenas na China, onde 170 pessoas morreram por causa do vírus, que já chegou a outros 18 países. Os dados são da manhã desta quinta-feira (30).

Moradora de Curitiba, a paciente esteve na China no começo de janeiro e no retorno apresentou sintomas da doença, como tosse e dificuldade respiratória. A jovem procurou terça-feira (28) a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Boqueirão e logo foi transferida ao HC.

LEIA+ “Não há motivo de pânico”, ressalta secretário de Saúde sobre coronavírus no Paraná

No hospital, ela passou por exames mais complexos e foi colocada em uma área de isolamento para internação e avaliação. Com os resultados dos exames definidos e a exclusão para o coronavírus, a mulher foi liberada para seguir o tratamento em casa.

LEIA+ Quatro passos para você não cair nas fake news sobre o coronavírus

Os outros caso descartados no Paraná foram de um homem que procurou o Hospital Santa Cruz também na terça-feira e do tripulante de um navio chinês no Porto de Paranaguá que não chegou a ser internado.

Como se prevenir do coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência, ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento.
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal.
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir.
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar.
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença. 
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis e após lavar as mãos).