Após cair de uma altura de dez metros na tarde de sábado (24), durante uma escalada em um morro de São Luiz do Purunã, em Balsa Nova, na Grande Curitiba, uma mulher de 29 anos foi socorrida de helicóptero pelo Batalhão de Operações Aéreas da Polícia Militar (BPMOA). A mulher estava consciente quando foi socorrida e encaminhada para o hospital. Os socorristas precisaram fazer a técnica conhecida como McGuire, içando a vítima com corda para dentro da aeronave. A manobra é feita em locais de difícil acesso, quando a aeronave não consegue pousar.

+ Leia também: Clientes desapareceram, demissões e prejuízos. Obra no Centro de Curitiba irrita comerciantes

Segundo o plantão da BPMOA, a mulher sofreu vários ferimentos. “A preocupação da equipe de resgate foi com uma possível lesão causada por uma batida na cabeça. As informações nos foram repassadas pelo tenente Maikon Venâncio Correa, que pilotava a aeronave”, disse o cabo Marco Scheaffer.

“A mulher usava os equipamentos de segurança. Provavelmente, estava praticando escalada. Os primeiros-socorros foram prestados por um policial federal que estava no local, de folga. As equipes foram acionadas e o resgate efetuado”, contou o cabo.

+ Leia mais: Garoto de Curitiba tem doença rara que os médicos não sabem qual é

Com a chegada da equipe, os Bombeiros do 7º GB desceram de rapel até a vítima. Depois, o tenente Maikon realizou a manobra de aproximação do helicóptero (Falcão 3) entre as árvores e um membro da equipe desceu pela corda da aeronave, para içar a mulher. De acordo com a equipe da BPMOA, o local era de difícil acesso. Por causa da extensão do paredão, foi preciso um cabo de 50 metros para subir a vítima.
A mulher foi encaminhada consciente a um hospital de referência em Curitiba.

Mãe entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de barco no Litoral do Paraná