Um homem de 37 anos foi preso mais uma vez nesta terça-feira (20) por aplicar o golpe da falsa venda de imóveis em Curitiba. O golpista, que já tinha passagem na polícia pelo mesmo crime, foi preso em Araucária, região metropolitana. O nome do homem preso não foi informado pela Polícia Civil.

Dessa vez, o suspeito teria recebido valores próximos de R$ 700 mil de vítimas que buscavam a locação ou compra de imóveis. Sete pessoas já denunciaram o rapaz à Polícia Civil. Um dos casos investigados é da venda de um apartamento na Avenida Silva Jardim – área nobre de Curitiba.

LEIA TAMBÉM – “Não era cerveja”, alega casal indiciado por maus-tratos contra filhote de cachorro

De acordo com a Delegacia de Estelionato, o golpe era feito a partir de sites de compra e venda de imóveis em que o golpista anunciava apartamentos como se fosse o dono. Para receber o dinheiro do interessado, ele induzia as vítimas a pagarem sinais entre R$ 8 mil e R$ 60 mil para garantir a compra.

Depois, ele pressionava as vítimas a pagarem o restante do valor em um curto espaço de tempo dizendo que, caso contrário, processaria os clientes. Na sequência, o golpista entregava documentos falsos da negociação, impedindo as vítimas de transferir o imóvel para seu nome ou mesmo obter financiamento imobiliário em bancos.

VEJA TAMBÉM – Bombeiros buscam rapaz de Curitiba que desapareceu ao entrar em rio em Santa Catarina

No endereço em Araucária onde o suspeito foi preso os policiais apreenderam equipamentos eletrônicos e dois simulacros de arma de fogo.