Após os estragos causados pelas fortes chuvas do último sábado e domingo, muita gente perdeu quase tudo que tinha em casa. De móveis à eletrodomésticos, roupas, mantimentos e um pouco também de suas melhores lembranças. A prefeitura de Curitiba abriu uma campanha para receber doações que ajudem no restabelecimento das famílias mais atingidas e a Tribuna do Paraná também vai ajudar a receber doações.

Leia também: CMEIs e escolas de áreas atingidas por enchentes não vão abrir nesta segunda

Os donativos devem ser direcionados principalmente às unidades da Fundação de Ação Social (FAS), nas Ruas da Cidadania de todas as regionais a partir desta segunda-feira (5). Pede-se aos interessados em doar que deem preferência a doação de colchões, água potável, alimentos não perecíveis e materiais de limpeza.

 Foto: Colaboração
Foto: Colaboração

A Tribuna do Paraná se solidariza e coloca-se a disposição para receber doações de alimentos não perecíveis e água potável em nossa sede, localizada na Avenida Victor Ferreira do Amaral, 306, no bairro Tarumã, a partir desta segunda-feira (5).

A reportagem esteve em vários locais atingidos e testemunhou o desespero das famílias. “O que eu vi esta tarde na CIC é desesperador. Eu e parte de vocês, leitores, vamos chegar em casa e ter uma cama para dormir, mas quem está lá vai dormir com fome, sede e no chão frio e duro, incluindo as crianças que ainda vestiam a roupa usada no sábado chuvoso. Vamos ajudar e fazer a nossa parte”, relatou a repórter Giselle Ulbrich.

As doações podem ser feitas também na sede do Provopar, na Rua Hermes Fontes, 315, no Batel.

A prefeitura de Curitiba anunciou que irá distribuir cerca de 1,3 toneladas de alimentos em caráter emergencial via Secretaria de Agricultura e Abastecimento. Serão 100 cestas com açúcar, arroz, feijão, macarrão, molho de tomate, sal e óleo.

Neste domingo o ponto de coleta principal foi centralizado no Disque Solidariedade, dentro da sede da FAS, na Rua Eduardo Sprada, 4520, no Campo Comprido. Os Cras do Parolin, Fazendinhas, Barigui-CIC e Pinheirinho permaneceram abertos durante todo o domingo atuando como base de apoio aos necessitados. A Escola Municipal Otto Bracarense, no CIC foi aberta para receber pessoas que também foram atendidas na igreja Assembleia de Deus, na CIC, uma das áreas mais atingidas.

Informações sobre a melhor forma de doar podem ser obtidas também pelo telefone 156, da prefeitura de Curitiba.

 

Greca chama chuvas de sábado de “fenômeno avassalador” e recebe críticas de eleitores