Amantes e entusiastas da Ufologia (o interesse em Objetos Voadores não Identificados – OVNIs) se reuniram em Curitiba neste sábado (23) e ouviram de um dos palestrantes uma revelação no mínimo intrigante. “Os extraterrestres já estão se engajando com os seres humanos”. O autor da frase é o ativista ufológico Stephen Bassett, que iniciou sua palestra com essa grande revelação. O norte-americano revelou ainda que não estamos sozinhos e que isto apenas não foi anunciado ainda por “repressão criada pelo próprio governo dos estados unidos”.

Organizado pelo editor da Revista UFO Brasil, A.J. Geaverd, o evento ainda contou com a participação do ex-diretor do UFO Desk do Ministério da Defesa britânico, Nick Pope. Há 20 anos trabalhando para o governo britânico, Nick fez grandes revelações e contou sobre as maiores experiências de sua vida sobre a ufologia. “Meu trabalho era investigar locais que tinham evidencias UFO, identificar se o espaço era seguro e decifrar sobre o incidente”, contou.

LEIA TAMBÉM: Brasil é o primeiro país a admitir existência de discos voadores

Pope ainda utilizou o espaço para mostrar que muitos OVNIs revelados pela mídia não são de extraterrestres e sim projetos secretos de vários governos que são mantidos em sigilos. “Há vários objetos voadores que não são identificados por ordem do próprio governo, com o intuito de não revelar os projetos e informar um país inimigo”, conta Nick. Mas não deixou de mostrar os discos voadores que realmente não são da nossa terra.

O ex-diretor da UFO Deck ainda alertou que muitos arquivos são queimados, perdidos e esquecidos para não serem revelados. “O Ministério da Defesa tem hábito de perder evidências” explicou ironicamente.

“Há vários objetos voadores que não são identificados por ordem do próprio governo”, conta Nick Pope. Foto: Colaboração.
“Há vários objetos voadores que não são identificados por ordem do próprio governo”, conta Nick Pope. Foto: Colaboração/Dyan Baluta.

O que os extraterrestres querem?

Segundo o palestrante, existem arquivos que dão indícios de contato entre humanos e extraterrestres e que sua aproximação com a nossa espécie está mais para conhecer nosso hábito e o intelectual humano. “Eles estão aqui para entender nossa arte, música, arquitetura, e não estão para roubar nosso ouro, por exemplo”. As revelações irão mudar a ciência, história, sociologia, filosofia. “Tudo pode mudar, podemos deixar de ser americanos, russos, italianos, chineses e sermos uma única civilização”, define.

Ficção x Realidade

Pope revela que foi um dos consultores da famosa série de ficção científica dos anos 90, Arquivo X. “Eu sou o verdadeiro Fox Mulder”, revelou rindo e mostrando uma foto em que aparece com o interprete do personagem, David Duchovny. “Se estamos sozinhos? Estamos mais próximos de responder esta pergunta”, finaliza.

Imagens intrigantes

Voltando ao Stephen Bassett, ativista ufológico que declarou que não estamos sozinhos, as evidências e o trabalho de publicação sobre os incidentes ufológicos não é nenhuma novidade para o governo norte-americano, mas que foram guardados a sete chaves.

CONFIRA TAMBÉM: Conheça os artistas que afirmam ter vivido experiências extraterrestres

O avanço da tecnologia, o fácil acesso à informação com o advento da internet fizera com que algumas evidências ufológicas fossem vazadas. Há pouco mais de dois anos tivemos o caso de um avião norte-americano perseguindo um objeto não identificado sobrevoando o território estado-unidense. Confira o vídeo.

Stephen Bassett que estas imagens estavam guardadas pela marinha norte-americana há 13 anos e que sua revelação fez o governo norte-americano começar a pensar em divulgar os seus projetos e a existência de um núcleo no pentágono que estuda a ufologia, desmistificando muitas teorias conspiratória. “O governo mente e mente sobre muita coisa, a ufologia é uma delas”, revelou.
O ativista termina sua palestra trazendo reflexões sobre o avanço da ufologia para os próximos anos, o desmascaramento do governo estado-unidense e o fortalecimento da comprovação de existência de vida extraterrestres.

Stephen Bassett garante: Não estamos sozinhos no universo. Foto: Colaboração.
Stephen Bassett garante: Não estamos sozinhos no universo. Foto: Colaboração/ Dyan Baluta.

2020, um ano de revelações

Com o avanço da tecnologia, vazamento de informações confidencias dos Estados Unidos culminaram em divulgação massiva sobre a existência de vida extraterrestres e a evidencias de objetos não identificados, os famosos OVNIs. “Em dois anos tivemos vários incidentes ufológicos, mais dos que os últimos 70 anos. As imagens vazadas sobre um avião norte-americano perseguindo um objeto não identificado fizeram até os ufólogos mais otimistas não acreditaram na tamanha revelação guardada em segredos”, revelou Geaverd.

LEIA MAIS: Relatos fazem Curitiba ser a capital dos discos voadores

E ainda o organizador deixa claro que o Brasil é o primeiro país a reconhecer a existência de discos voadores. “E por isso, 2020 vai ser um ano de revelação, encontros e fortes descobertas ufológicos que vão mudar o paradigma”, revelo A.J. e termina dizendo, “precisamos levar a mensagem para diversas pessoas”.

Curitiba e mais cidades

Na 4ª edição, a UFO Summit Brazil aconteceu em quatro cidades brasileiras – Recife (16), Porto Alegre (19), São Paulo (21) e Curitiba (23) – e teve um total de 1700 participantes, segundo A.J. Geaverd. “Estou contende em saber que estamos disseminando a informação ufológica para muitas pessoas”, disse o editor da UFO.

Dono de carro e motorista de ônibus saem no braço após confusão no Jardim Botânico