A eleição do Conselho Tutelar de Curitiba, cujo pleito ocorreu domingo (5), foi cancelada. As eleições em Campo Largo, na região metropolitana, e em Paranaguá, no Litoral, também foram canceladas. Na capital, a eleição foi cancelada após problemas nas urnas eletrônicas em seis das dez regionais: Boqueirão, Bairro Novo, Cajuru, Pinheirinho, Santa Felicidade e Tatuquara. A função do conselheiro tutelar é garantir a defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

+Caçadores! Curitibanos caem em golpe de pirâmide; prejuízo chega a R$ 2 milhões!

O primeiro problema constatado foi na apuração da regional do Cajuru. A urna teve a mídia retirada para ser testada e constatou-se que os votos computados eram de outra urna. A urna que apresentou defeito era de número 186, mas constavam os votos da urna 169.

Nas outras regionais o problema foi na foto dos candidatos. Neste caso, não aparecia a imagem do candidato na urna no momento do voto ou a foto não era do candidato.

Desta forma, o Conselho Municipal de Direitos da Criança e Adolescente de Curitiba (Comtiba) emitiu nota ainda na noite de domingo comunicando o cancelamento, com aval do Ministério Público do Paraná (MPPR). Com a decisão, o Comtiba tem até quarta-feira (9) para apresentar um novo cronograma da eleição.

Em Curitiba, 180 candidatos disputaram a eleição para conselheiro tutelar, que deveria escolher 50 novos conselheiros e outros 50 suplentes na gestão 2020/2023.

Policial do Bope morre após cair da moto e atingir placa na Linha Verde