Curitiba vai receber mais 130 mil doses da vacina contra a gripe. Em apenas dois dias, a campanha que prioriza idosos e profissionais da saúde esgotou a quantidade prevista para durar uma semana. Segundo o prefeito Rafael Greca (DEM), a situação foi repassada ao Ministério da Saúde que garantiu mais doses para a capital paranaense e também para o restante do estado.

Por meio do Facebook, Greca informou que entrou em contato com o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta sobre novas doses para a cidade, bem como para o Paraná. “A turma foi para vacinação e também toda a grande parte da equipe já foi protegida. Perto de cem mil idosos foram vacinados, nem o ministro acreditava. Ele me assegurou mais de 330 mil doses de vacina para o estado do Paraná dos quais 130 mil ainda virão para os idosos em Curitiba e a posterior para grupos conforme as recomendações da saúde”, explicou o prefeito. Lembrando que esta vacina não é para a covid-19. Ainda não há, porém, previsão para este novo lote.

Público alvo

A primeira etapa da vacinação contra a gripe, que prevê a imunização de idosos e profissionais da saúde, segue até o dia 15 de abril. Assim que as novas doses foram recebidas, os pontos de vacinação voltam a aplicar as doses na nos idosos e profissionais da saúde. Veja aqui a lista completa dos locais, além dos drive thru, onde não é preciso sair do carro para ser imunizado contra a gripe.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: