Trabalhadores do Centro de Distribuição de Correspondências Domiciliares dos Correios de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, estão em greve por causa do coronavírus. O anúncio foi feito pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Paraná (Sintcom-PR) nesta quinta-feira (25). O centro abriga 33 trabalhadores. A greve ocorre por risco de contágio na unidade. Uma funcionária carteira testou positivo na segunda-feira (22) e, de acordo com o sindicato, outros três carteiros já apresentam sintomas. A esposa de um carteiro também teria informado que contraiu a covid-19 há duas semanas.

+Leia mais! Curitiba confirma quase 4 mil infectados com covid-19; mais três pessoas morreram

O Sintcom-PR recebeu a denúncia e foi até a unidade. De acordo com informações do sindicato, foi constatado que as medidas de precaução, como fornecimento de máscaras individuais para serem trocadas a cada duas horas, distanciamento de um metro entre trabalhadores internos, fornecimento de luvas descartáveis e álcool gel de uso individual para os carteiros não estavam sendo cumpridas.

A Vigilância Epidemiológica do município foi notificada e, de acordo com o Snticom-PR, já pediu aos Correios que afaste todos os trabalhadores da unidade para quarentena. Também há um pedido de desinfecção no local. Recentemente uma empresa de São José dos Pinhais registrou 48 casos de covid-19 e precisou ser interditada.

O sindicato, porém, informou que a direção dos Correios se recusa a afastar todos para quarentena preventiva de 14 dias e a realizar testes em massa nos funcionários da unidade.

A paralisação, que está sendo chamada de greve ambiental, deve seguir até que as medidas sejam tomadas pelos Correios. O Sintcom-PR diz que essa é a orientação para os trabalhadores. 

+Viu essa? Força Nacional de Segurança segue em São José dos Pinhais até o fim de 2020

E aí, Correios?

Os Correios informaram que estão acompanhando a situação de saúde dos empregados, prestando o apoio necessário e, também, atuando para garantir as atividades operacionais. Segundo nota, as orientações da empresa relacionadas a casos suspeitos de covid-19 permanecem válidas, segundo as orientações sanitárias. Além disso, a empresa diz que tem realizado ações de sanitização nas unidades.

Ainda de acordo com a nota, o centro de distribuição localizado na região central de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, passou por sanitização na quinta-feira. As atividades operacionais serão retomadas nesta sexta-feira (26).

Denuncia não procede

Os Correios dizem que não procedem as informações prestadas pelo sindicato. Também na nota, a empresa informou que desde o mês de março, “os Correios vêm adotando sucessivas medidas de proteção à saúde de seus empregados, clientes e fornecedores, em função da pandemia do novo coronavírus”.

Também foi informado que as orientações aos empregados quanto aos cuidados básicos de higiene e procedimentos de limpeza dos ambientes e equipamentos foram intensificadas. Que “todos os empregados têm acesso a álcool em gel e máscaras laváveis. Foram instalados, ainda, painéis de acrílico em mais de 5 mil guichês de atendimento e também será providenciada a vacinação contra gripe para todos os empregados”.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?