O isolamento social para evitar a transmissão do coronavírus fez os números de acidentes de trânsito caírem quase que pela metade em Curitiba. De acordo com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), nos últimos dias de março a queda foi de 46% dos acidentes e de 40% dos feridos no trânsito na capital.

O comparativo foi feito de semana a semana, entre os dias 11 e 20 de março e, depois, no período entre os dias 21 e 30 de março. A diminuição nos índices foi registradas nessas últimas datas. Três mortes foram registradas dentro do intervalo completo.

LEIA MAIS – Crise do coronavírus: comércio de Curitiba cobra abertura na próxima semana

De acordo com o BPTran, de 11 a 20 março deste ano ocorreram 150 acidentes, com 124 feridos e uma morte. Já a partir do dia 20, a sexta-feira em que o isolamento social do coronavírus foi oficialmente decretado no Paraná, com a paralisação das aulas nas escolas e outras medidas, foram registrados 81 acidentes até 30 de março. Neste último período, o número de feridos caiu consideravelmente, para 74 vítimas. Duas mortes foram registradas. 

Ainda segundo o BPTran, a diminuição nos índices é relação direta com o isolamento social, por haver menos carros e pessoas circulando nas ruas. Além da queda de acidentes e feridos no trânsito, o Instituto Água e Terra (IAT), que monitora índices ambientais no estado, registrou queda de mais da metade dos índices de poluição em Curitiba durante o isolamento preventivo.

VEJA MAIS – Pacote coronavírus: como buscar empréstimo pra autônomo, MEI e pequena empresa no PR

Balanço geral

No entanto, o balanço geral dos acidentes mês de março só deve sair nos próximos dias. A partir deste levantamento será possível comparar os números deste ano com os do mês de março de 2019, para que se possa traçar um panorama completo.

Sobre os números de março de 2019, o Batalhão de Trânsito adianta que foram registrados 468 acidentes, com 388 pessoas feridas e sete mortes.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: