A assessoria de imprensa da TAM confirmou hoje que os pilotos da empresa não mais pousarão na pista principal do Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, em dias de chuva. A decisão valerá enquanto não for implementado o grooving, mais conhecido como as ranhuras feitas na pista para ajudar no escoamento da água.

Como a pista principal permanece interditada e sem previsão para a reabertura, tanto os pousos como as decolagens continuarão sendo feitas na pista auxiliar, mas a decisão final sobre as aterrissagens caberão exclusivamente aos pilotos. Segundo a assessoria da TAM, oito vôos que estavam destinados para Congonhas foram desviados para o Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, em Cumbica, Guarulhos.

Essa decisão de não mais pousar na pista principal de Congonhas em dias de chuva até que sejam feitas as ranhuras também teria sido adotada pela companhia aérea Gol. No entanto, a assessoria de imprensa da empresa ainda não confirmou essa posição.