O presidente Luiz Inácio Lula da Silva alertou hoje que o consumo do País não pode crescer acima da capacidade produtiva e defendeu mais investimentos em fábricas para suprir a demanda doméstica.

"Se crescermos muito e não houver investimentos em novas fábricas, teremos de volta a doença desgraçada que é a inflação" disse Lula, durante evento de inauguração de uma escola em Araraquara (SP) e assinatura de contratos para obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na cidade.

Lula voltou a falar que o Brasil vive o melhor momento dos últimos 30 anos e que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro pode continuar crescendo até 6% ao ano, desde que não haja uma expansão do consumo acima da oferta. Em 2007, o crescimento da economia brasileira foi de 5,4%.