Brasília – A Comissão Especial da Proposta de Emenda à Constituição 3/99, do ex-deputado Paulo Octávio (PFL-DF), que estabelece a coincidência entre todas as eleições, aprovou ontem por 14 votos a 5, o substitutivo do relator, deputado Eduardo Sciarra (PFL-PR). A proposta prorroga mandatos de prefeitos e vereadores. Um dos pontos positivos da PEC é a redução dos gastos da Justiça Eleitoral. Nas eleições de 2002, a Justiça Eleitoral gastou R$ 800 milhões. Um dos cinco deputados que votaram contra foi Rubinelli (PT-SP). Ele disse que a proposta “atenta contra a democracia, porque, em muitos casos, obrigará os cidadãos a conviver por mais tempo com o mau administrador, tornando a vida na cidade insuportável”. Rubinelli acha que os mandatos devem ser mantidos em quatro anos.