GP de Mônaco

Príncipe Albert II pilota McLaren Artura Spider em volta honorária

Príncipe Albert de Mônaco e seu herdeiro, o príncipe Jacques.

O novo híbrido de alto desempenho McLaren Artura Spider fez sua estreia dinâmica no Grande Prêmio de Mônaco, emocionando os espectadores durante uma volta de abertura dirigida pelo Príncipe Albert II. Acompanhado pelo Príncipe Hereditário Jacques, ele dirigiu no circuito do Grande Prêmio, dando aos espectadores a oportunidade de apreciar o desempenho emocionante do mais recente supercarro da McLaren.

A unidade com acabamento Laranja McLaren foi entregue ao Príncipe Albert II de Mônaco na linha de largada. “Estamos honrados por ter o Príncipe Albert II de Mônaco e o Príncipe Hereditário Jacques abrindo o Grande Prêmio de Mônaco de 2024 ao volante do McLaren Artura Spider. O circuito de Mônaco ocupa um lugar importante na herança da McLaren, que se estende por mais de seis décadas. O Artura Spider resume décadas de aprendizado em corridas e inovação automotiva, que estamos entusiasmados em compartilhar com nossos clientes e fãs”, (Michael Leiters, CEO, McLaren Automotive Ltd)

Juntamente com a estreia dinâmica do Artura Spider no Grande Prêmio de Mônaco, a pintura recentemente revelada Senna Sempre da McLaren foi vista pela primeira vez pelo público. Criada em paralelo com uma pintura personalizada para os carros de Fórmula 1 MCL38 que correram no fim de semana, a pintura Senna Sempre foi feita à mão em um McLaren Senna e exibida na loja da McLaren em Mônaco no fim de semana.

O novo Artura Spider tem atualizações significativas em termos de potência, desempenho e envolvimento do piloto, que se combinam com os prazeres sensoriais proporcionados por um conversível para adicionar uma nova dimensão ao Artura. Elevando ainda mais o desempenho do supercarro de próxima geração do Artura, as melhorias projetadas para o Spider também foram incorporadas ao cupê Artura, com um novo modelo introduzido simultaneamente.

Tanto o novo Spider como o novo coupé proporcionam os mais elevados níveis de desempenho dinâmico – incluindo uma excelente capacidade em circuito – além de satisfazerem os requisitos de condução regular e oferecerem uma condução elétrica quase silenciosa, tão benéfica em ambientes urbanos. (Fotos: McLaren Automotive/Divulgação).

Príncipe Albert pilota o McLaren Artura na volta de abertura do GP de Mônaco.
Voltar ao topo