Chico Buarque, com Leite derramado (Companhia das Letras); Luis Fernando Veríssimo, com Os espiões (Alfaguara); Rubem Fonseca, com O seminarista (Agir) estão no time de escritores dos 217 livros que concorrem à terceira edição do Prêmio São Paulo de Literatura, que em 2008 premiou, na categoria melhor livro do ano, O filho eterno, do Cristovão Tezza, que vive em Curitiba. Os dois grandes vencedores do Prêmio São Paulo da Literatura 2010 serão conhecidos em agosto, no Museu da Língua Portuguesa.