Mudanças à vista nas manhãs da TV Globo. Após quase dois meses acompanhando todas as informações relacionadas à pandemia, o Combate ao Coronavírus deixa a programação da emissora. Assim, o Encontro com Fátima Bernardes será estendido e passará a entrar no ar às 10h, logo após o Bom Dia Brasil, a partir do dia 25 de maio. De acordo com a Globo, a ampliação vai permitir ao programa misturar informação e entretenimento para o público que está em casa, sem deixar de lado todos os cuidados com os colaboradores. Com uma equipe muito reduzida, a interação entre o palco e as telas será reforçada.

“Temos experimentado uma nova linguagem, com entradas ao vivo pela internet, que permite entrevistas que misturam anônimos e famosos. Vamos poder dar mais espaço para ouvir as histórias dessas pessoas, além de estudar a estreia de novos quadros”, conta o diretor geral Alexandre Mattoso.

LEIA TAMBÉM: Pedreira terá shows e cinema drive-in

Mais entrevistas remotas, novos quadros de humor, a volta do Bem Estar e do G1 em 1 minuto, além das receitas de Ana Maria Braga, estão no cardápio de Fátima Bernardes. O objetivo será divertir, informar e ajudar as pessoas a se adaptar às novas rotinas. Para Fátima, o papel do programa é cada vez mais importante nas manhãs dos brasileiros.

“Quando estreei o Encontro meu desejo era que ele se tornasse necessário para quem estivesse em casa pelas manhãs. Mas jamais imaginei que ele seria tão necessário como no momento atual. Eu estou muito feliz e muito orgulhosa dessa equipe que vem fazendo um programa diferente, mas muito interessante e que está se conectando com o público”, diz a apresentadora.

Despedida

Criado em caráter de emergência para atender ao importante papel de informar os brasileiros sobre a doença desconhecida que chegava ao país, o Combate ao Coronavírus foi desenvolvido e colocado no ar em menos de 48 horas, graças à agilidade do Jornalismo da Globo e à flexibilidade da grade de programação do canal. Durante quase dois meses, o programa esteve no ar por mais de 70 horas trazendo a opinião de especialistas para tentar esclarecer as muitas dúvidas sobre a covid-19. O programa recebeu mais de 50 mil perguntas do público e o apresentador Marcio Gomes, com o apoio de 60 médicos, respondeu a cerca de 800 delas.

CONFIRA TAMBÉM: Curitibana cria solução para acabar com dores causadas por elásticos de máscaras

“É sempre bom relembrar como a informação de qualidade pode ser poderosa. Quando o momento é de crise, as pessoas se voltam para o jornalismo sério, comprometido com o interesse público. Informação é segurança, para entender o que estamos enfrentando e poder tomar as decisões corretas. Foi um privilégio poder fazer parte desse programa. Acho que prestamos um fantástico serviço quando conduzimos essa conversa com os médicos, respondendo perguntas e traduzindo os termos técnicos para uma linguagem mais clara”, analisa o jornalista Marcio Gomes.