O sonho de todo artista, do mais novo ao mais velho de estrada, é sair de sua cidade e aos poucos ganhar o país. É dessa forma, realizando sonhos, que o duo Camará, formado pelos músicos paulistas Victor Cremasco (voz) e Raphael Amoroso (violão), enxergam o que tem acontecido com eles, que se apresentam no próximo domingo (28), pela primeira vez em Curitiba, com um show bem intimista no Teatro Paiol.

+Leia também: Com dublagem de Tiago Abravanel, nova série na TV a cabo discute preconceito e aceitação

O show é lançamento do terceiro trabalho de estúdio do duo, o EP Quinta Estação, que veio em junho deste ano e marca os sete anos de estrada dos dois músicos. Investindo na MPB, Victor e Raphael gravaram quatro novas canções, que se complementam, mas ao mesmo tempo levam a lugares completamente distintos.

“A gente faz um show em formato voz e violão. Isso permite apresentarmos as canções de uma forma mais crua, da forma que foram compostas. O nosso objetivo é valorizar a letra, a composição”, disse Raphael. “Outra coisa legal é que mesmo sendo voz e violão, a característica da gente, de ter uma somatória de vários nuances da música, fica bem evidente e permite que o show faça uma viagem por diversos caminhos”, completou Victor.

Foto: Divulgação/Ale Dominguez Bigliazzi.
Foto: Divulgação/Ale Dominguez Bigliazzi.

Permanecendo fiéis à proposta de multiplicidade, construída ao longo do tempo, os dois trazem mais um mosaico de inspirações, texturas e ritmos da MPB. O novo projeto tem como mote uma história de encontros e desencontros que se passa dentro de uma utópica e paralela estação, para além do outono, inverno, primavera e verão.

Em tempos em que a sonoridade musical acabou ficando um pouco de lado, os músicos buscam manter a ideia viva. “A gente faz música baseado naquilo que a gente acredita, não nos preocupamos muito com comparações ou pegar onda em algo que esteja em alta no momento. Usamos muito daquilo que a gente escutou durante a nossa vida e o que nos inspira”, comentou Raphael.

+Leia também: Em ‘World of Madame X’, Madonna mostra sua paixão pela língua portuguesa

Segundo Victor, apesar de termos sempre alguns estilos musicais predominando, a MPB ainda tem vida e sempre será importante. “Dentro dessa logica, cabe entender que tem hora e público para tudo. Mas vale destacar o quanto estamos num momento rico e fértil da música brasileira. Óbvio que se ficarmos presos ao passado, às vezes a gente tem referências e parâmetros pesados de grandes compositores e interpretes e hoje em dia, com muita informação, a gente acaba ficando na poluição, mas somos muito honrados em fazer parte de um movimento contemporâneo de música brasileira”.

Foto: Divulgação/Ale Dominguez Bigliazzi.
Foto: Divulgação/Ale Dominguez Bigliazzi.

Estreia em Curitiba!

A primeira vez em Curitiba, para Raphael Amoroso, é um presente. “Um dos pontos mais importantes é ter a oportunidade de se apresentar num teatro histórico, tão incrível, sentir a energia do palco com o público vai ser uma experiência incrível pra gente”, disse o rapaz. “Sem contar o lado complementar de tocar na cidade pela primeira vez, ser um público novo, um palco novo, então sempre tem essa expectativa da química. Vai ser mais um sentimento bacana e inesquecível”, comentou Victor. Os ingressos para o show custam a partir de R$ 15 (meia-entrada) e são vendidos pelo Alô Ingressos.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

Novo ‘O Rei Leão’ e mais dois filmes estreiam neste fim de semana em Curitiba