O Coro Cênico Cotolengo apresenta amanha o espetáculo Magia da vida. A peça, que acontece às 15h no Pequeno Auditório do Teatro Positivo, é apresentada por alunos, jovens e adultos, com deficiência física e mental que residem no Pequeno Cotolengo de Curitiba.

A peça conta a história de um lugar encantado, onde um gnomo induz a platéia a refletir sobre a vida e as suas diferenças, a realidade do abandono, da amizade, da solidariedade e da união.

O espetáculo é direcionado para estudantes de escolas especiais, escolas públicas da rede estadual e municipal, escolas particulares. A apresentação também é aberta gratuitamente ao público em geral. Escolas Municipais e Estaduais podem solicitar gratuitamente seus convites.

Segundo a diretora do Pequeno Cotolengo e Coordenadora do Projeto, Alessandra Marquetti Kussen, esta é a segunda apresentação do Coro Cênico Cotolengo, que fez sua estréia no dia 14 de setembro, também no Teatro Positivo.

O espetáculo teatral e musical é resultado do Projeto Coro Cênico Cotolengo, que desde fevereiro desenvolve trabalhos de arte para 45 alunos jovens e adultos com deficiência física e mental que residem no Pequeno Cotolengo.

O objetivo do projeto é estimular a criatividade e desenvolver habilidades biopsicossocial dos alunos participantes, através de técnicas de teatro, música e dança.

Alessandra conta que o roteiro da peça foi todo escrito pelos professores da escola, enquanto que os alunos foram capacitados através de oficinas, que visaram a introdução do conhecimento da linguagem da arte.

No entanto, ao contrário do que possa parecer, a coordenadora do projeto conta que não houve dificuldades para ensaiar os alunos. “Não tivemos dificuldades nessa parte. Para eles, que decoraram todos os textos e as músicas, foi um desafio a ser vencido. A maior dificuldade foi quanto a estruturação da peça”, revela.

A diretora do Pequeno Cotolengo afirma que o projeto reflete em benefício para os alunos e, indiretamente, para toda a sociedade. “Através da arte é possível perceber o potencial dos alunos, apesar das deficiências. Isso tira aquele viés de pena. Mesmo com limitações, eles têm condições de desempenhar atividades como todo mundo”, diz.

De acordo com Alessandra, o cronograma do Projeto prevê a realização de mais oito espetáculos. “Estamos programando novas apresentações de outubro até maio do próximo ano”, afirma.

A diretora do Cotolengo ressalta que a escola vem constantemente precisa de patrocínio para dar continuidade ao projeto, que viabilizado por meio Lei Rouanet. Segundo ela, os primeiros recursos foram aplicados na aquisição de material para figurino, cenário e pagamento de profissionais envolvidos.

O Projeto recebeu patrocínio parcial da Volvo do Brasil e apoio do Teatro Positivo, da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), do Instituto Terressência, RIMATUR e HABIB’S, loja Portão. Entretanto, o Projeto precisa captar o restante do investimento para dar continuidade as apresentações. Empresas que declaram Imposto de Renda pelo lucro real podem abatendo 4% e pessoas físicas 6%.

Serviço

Espetáculo A magia da vida, do Coro Cênico Cotolengo
Amanha, as 15h, no Teatro Positivo -Pequeno Auditório (Rua Profº Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300).
Mais informações: (41) 3314-1900.