Foto: Divulgação

As Cavalhadas é a manifestação folclórica mais antiga do Paraná.

Pela primeira vez o público curitibano vai poder apreciar o espetáculo As Cavalhadas, tradicionalmente organizado pela Ordem dos Cavaleiros e apresentado em Guarapuava, agora em lugar tão próximo. O espetáculo acontecerá no ExpoTrade, em Pinhais, hoje, amanhã e terça-feira, sempre às 20h. Durante mais de duas horas cerca de mil atores amadores encenam a luta dos cristãos para reconquistar a Península Ibérica das mãos dos mouros.

O público tem a sensação de ter voltado ao passado, apreciando a gastronomia, os jogos, as danças, o circo medieval, tendo a oportunidade de interagir com príncipes, sultões e cavaleiros medievais.

Pouca gente sabe que as cavalhadas são uma das manifestações folclóricas mais antigas do Estado. Há registros de uma cavalhada realizada em 1808, na cidade de Morretes, comemorando a vinda de D. João VI ao Brasil. Outra foi realizada em Curitiba em 1812, e em 1841, em Paranaguá, festejando a coroação de D. Pedro I.

No final do século XIX, o Espetáculo já era apresentado em várias cidades do estado e no século XX se popularizou tanto, que servia até como catequese para a comunidade. No final de cada dramatização, os mouros se convertiam ao cristianismo. A manifestação popular foi introduzida no Brasil pelos padres portugueses e em cada região foi adaptada de uma forma diferente. A batalha original entre os dois povos ocorreu em 1139 e anos mais tarde começaram a ser encenadas em festas populares, sendo incorporadas pelo catolicismo em suas festas religiosas, recebendo o nome de cavalhadas.

Em Guarapuava, onde é tradicionalmente apresentada, o festejo é datado de 1850. Cézar Krüger, presidente da Ordem dos Cavalheiros de Guarapuava, explica que cada detalhe do espetáculo é cuidadosamente planejado, tendo trilha sonora própria e a montagem é modificada a cada ano, mas com o cuidado de não descaracterizar o aspecto histórico. Já na entrada, o público tem uma idéia do que vem pela frente. Antes de se acomodar nas arquibancadas, interage com os atores no mercado medieval. Também fazem parte da magia do espetáculo beduínos, um harém do Sultão, rapto de donzelas e cenas de heroísmo. Mas preparar todo este show dá trabalho. Os atores começaram a ensaiar em novembro do ano passado. Cerca de 700 deles são de Guarapuava e chegaram em Curitiba em 18 ônibus alugados e 12 caminhões trouxeram os equipamentos, além dos 40 cavalos. Os outros 300 atores são de Curitiba e as 87 cenas foram distribuídas entre os dois grupos. Num ensaio geral foram feitos os acertos. ?Dá um pouco de confusão, mas já está tudo acertado??, explica Cézar.

Serviço:

Hoje, amanhã e na terça-feira (28), sempre às 20h. Os ingressos custam R$ 20,00 nas arquibancadas e R$ 40,00 nas cadeiras. Estão à venda no Shopping Omar, Memorial de Curitiba, Bondinho da Rua XV, pontos de venda do Festival de Teatro e no local das apresentações.