O presidente da Uefa, Michel Platini, disse confiar que Polônia e Ucrânia terão condições de organizar a Eurocopa de 2012, apesar dos atrasos nas obras e problemas econômicos enfrentados pelos dois países.

Platini disse, em debate realizado com legisladores no Parlamento Europeu, que “não será necessário trocar”, quando foi questionado se a Uefa estudava a possibilidade de trocar a sede da principal competição entre seleções do Velho Continente. Ele garantiu que a construção dos principais estádios da Eurocopa, em Kiev e Varsóvia, continua de acordo com o planejado.

Os atrasos e problemas na construção dos estádios e da infraestrutura pioraram com a crise financeira mundial, o que levantou a possibilidade de que a Uefa estudava a possibilidade de realizar a Eurocopa em outro local.