enkontra.com
Fechar busca

Paraná Clube

Paraná Clube

Paraná Clube

Vida nova1

Paraná Clube quer começar do zero em 2019

Tricolor sofreu horrores na última temporada e voltou pra Série B. Por isso, a palavra de ordem é reação

Rodrigo Carioca se emocionou com os reveses do Tricolor. Foto: Albari Rosa

Para o Paraná Clube, 2019 será um ano para se começar do zero. A temporada de 2018 foi marcada por péssimos resultados dentro das quatro linhas e um rebaixamento vergonhoso sem o time ter esboçado qualquer reação na Série A do Campeonato Brasileiro. Fora de campo, o clube enfrentou problemas como elenco inchado e sub-aproveitado e atrasos de salários. Por tudo isso, o início de uma nova temporada servirá como uma nova chance para o Tricolor. Apostando em atletas da base, acreditando no técnico Dado Cavalcanti, que agora iniciará seu trabalho “do zero”, e renovando as esperanças na nova gestão presidencial de Leonardo Oliveira, o Paraná tentará fazer dos próximos 12 meses, um futuro diferente.

+ Leia mais: Confira as previsões para o Tricolor em 2019

Se na temporada passada o dinheiro em caixa devido à presença da equipe na elite do futebol nacional fez com que não se medisse alguns gastos em contratações duvidosas, agora a realidade é outra. Com o retorno à Série B, os cofres paranistas voltam a sentir a realidade da Segundona e cada custo precisa ser minunciosamente calculado.

+ Ainda na Tribuna: Conheça o paranista que leva as cores do clube pelo mundo!

Até por esse motivo, a tendência é que muitos atletas da base, “crias” do Ninho da Gralha, ganhem espaço no time principal. Jogadores que chegaram a atuar na reta final do Brasileirão do ano passado, como Andrey, Keslley e Rodrigo Carioca agradaram e devem ser mantidos no grupo principal. Espera-se que eles sejam testados no Campeonato Paranaense.

Ao contrário do início da temporada passada, em que o Paraná Clube vinha de um acesso empolgante, o que fazia com que os torcedores acreditassem em uma briga pelo título estadual, desta vez, as perspectivas não são das melhores na competição. Com o “balde de água fria” em relação a todo o ano de 2018, o que se espera é que o time possa, ao menos, utilizar a disputa regional para “ajeitar a casa”.

+ Veja também: Paranista levar as cores do Tricolor pelo mundo

Sabendo da importância de chegar o mais longe possível, dentro da realidade da equipe, na Copa do Brasil, o Tricolor precisa se agarrar à competição que pode trazer importantes cifras à conta. Foi assim em 2017, quando o Paraná chegou às oitavas de final da competição e o dinheiro embolsado foi importante para impulsionar o time na campanha do acesso.

Outra fonte de renda para o time, esta já certa e que não depende dos resultados em campo, é a negociação do volante Jhonny Lucas, de 18 anos. Confirmada a venda do atleta para um time italiano, acredita-se que o valor da transferência da joia paranista alcance 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões) e 80% dos direitos econômicos do jovem ficariam com o seu novo clube. O também volante Leandro Vilela, outra cria da base, também pode estar de saída do Tricolor e render algumas cifras ao clube.

+ Vai e vem: Confira TODAS as notícias sobre o mercado da bola!

Ainda que lucre com a venda dos atletas e consiga manter em dia seus compromissos financeiros neste ano, o Paraná Clube terá o grande desafio de jogar um campeonato duro como é a Série B. Mesmo que a maior parte dos times da disputa não tenham grandes orçamentos, na Segundona não falta superação.

Ao Paraná Clube, será preciso uma dose extra de empenho e dedicação, dentro e fora de campo, para que daqui a alguns meses o torcedor possa voltar a se orgulhar do caminho traçado pelo time.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

8 Comentários em "Paraná Clube quer começar do zero em 2019"


Gerson Cardoso
Gerson Cardoso
5 meses 23 dias atrás

Em vez de começar do zero porque não aproveita e fecha as portas logo e devolve o terreno pro governo? Ninguém ia sentir falta e poderia usar o terreno para a construção de um hospital ou algo que realmente fosse interessante……

Cláudio
Cláudio
5 meses 23 dias atrás

Acordo noticiado um ano antes. Assinado entre as partes e anunciado normalmente pq acordo não precisa ter grampo no telefone, certo MAIOR devedor DO ESTADO?
Enquanto falo do acordo sem constrangimento, uns e outros fogem de certos assuntos, acovardados e envergonhados como semPRe foram.

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
5 meses 23 dias atrás

Quero só ver quando o MITO descobrir a falcatrua do canetaço na calada da noite pra ”legalizar” a invasão do patrimônio público..

esse ano o temer sem foro cai na lava jato e vamos descobrir como foi o ”acordo”..

Curitibano Gema
Curitibano Gema
5 meses 23 dias atrás

Todo ano o Paraná começa do zero. Zero orçamento, Zero expectativas, Zero títulos.

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
5 meses 23 dias atrás

ah mas esse ano ta começando negativo… Funcionários sem salário do ano passado..

Cláudio
Cláudio
5 meses 23 dias atrás

Tava lembrando aqui.
Vcs não são 100% calotheiros. Só 99,9.
Afinal, o Ivens e o blogueiro foram pagos né?

Cláudio
Cláudio
5 meses 23 dias atrás

Contagem regressiva pra infestação de pulgas na matéria.
3-
2-
1-

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas