enkontra.com
Fechar busca

Paraná Clube

Paraná Clube

Paraná Clube

Vida nova1

Paraná Clube quer começar do zero em 2019

Tricolor sofreu horrores na última temporada e voltou pra Série B. Por isso, a palavra de ordem é reação

Rodrigo Carioca se emocionou com os reveses do Tricolor. Foto: Albari Rosa

Para o Paraná Clube, 2019 será um ano para se começar do zero. A temporada de 2018 foi marcada por péssimos resultados dentro das quatro linhas e um rebaixamento vergonhoso sem o time ter esboçado qualquer reação na Série A do Campeonato Brasileiro. Fora de campo, o clube enfrentou problemas como elenco inchado e sub-aproveitado e atrasos de salários. Por tudo isso, o início de uma nova temporada servirá como uma nova chance para o Tricolor. Apostando em atletas da base, acreditando no técnico Dado Cavalcanti, que agora iniciará seu trabalho “do zero”, e renovando as esperanças na nova gestão presidencial de Leonardo Oliveira, o Paraná tentará fazer dos próximos 12 meses, um futuro diferente.

+ Leia mais: Confira as previsões para o Tricolor em 2019

Se na temporada passada o dinheiro em caixa devido à presença da equipe na elite do futebol nacional fez com que não se medisse alguns gastos em contratações duvidosas, agora a realidade é outra. Com o retorno à Série B, os cofres paranistas voltam a sentir a realidade da Segundona e cada custo precisa ser minunciosamente calculado.

+ Ainda na Tribuna: Conheça o paranista que leva as cores do clube pelo mundo!

Até por esse motivo, a tendência é que muitos atletas da base, “crias” do Ninho da Gralha, ganhem espaço no time principal. Jogadores que chegaram a atuar na reta final do Brasileirão do ano passado, como Andrey, Keslley e Rodrigo Carioca agradaram e devem ser mantidos no grupo principal. Espera-se que eles sejam testados no Campeonato Paranaense.

Ao contrário do início da temporada passada, em que o Paraná Clube vinha de um acesso empolgante, o que fazia com que os torcedores acreditassem em uma briga pelo título estadual, desta vez, as perspectivas não são das melhores na competição. Com o “balde de água fria” em relação a todo o ano de 2018, o que se espera é que o time possa, ao menos, utilizar a disputa regional para “ajeitar a casa”.

+ Veja também: Paranista levar as cores do Tricolor pelo mundo

Sabendo da importância de chegar o mais longe possível, dentro da realidade da equipe, na Copa do Brasil, o Tricolor precisa se agarrar à competição que pode trazer importantes cifras à conta. Foi assim em 2017, quando o Paraná chegou às oitavas de final da competição e o dinheiro embolsado foi importante para impulsionar o time na campanha do acesso.

Outra fonte de renda para o time, esta já certa e que não depende dos resultados em campo, é a negociação do volante Jhonny Lucas, de 18 anos. Confirmada a venda do atleta para um time italiano, acredita-se que o valor da transferência da joia paranista alcance 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões) e 80% dos direitos econômicos do jovem ficariam com o seu novo clube. O também volante Leandro Vilela, outra cria da base, também pode estar de saída do Tricolor e render algumas cifras ao clube.

+ Vai e vem: Confira TODAS as notícias sobre o mercado da bola!

Ainda que lucre com a venda dos atletas e consiga manter em dia seus compromissos financeiros neste ano, o Paraná Clube terá o grande desafio de jogar um campeonato duro como é a Série B. Mesmo que a maior parte dos times da disputa não tenham grandes orçamentos, na Segundona não falta superação.

Ao Paraná Clube, será preciso uma dose extra de empenho e dedicação, dentro e fora de campo, para que daqui a alguns meses o torcedor possa voltar a se orgulhar do caminho traçado pelo time.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

8 Comentários em "Paraná Clube quer começar do zero em 2019"


Gerson Cardoso
Gerson Cardoso
20 dias 8 horas atrás

Em vez de começar do zero porque não aproveita e fecha as portas logo e devolve o terreno pro governo? Ninguém ia sentir falta e poderia usar o terreno para a construção de um hospital ou algo que realmente fosse interessante……

Cláudio
Cláudio
20 dias 9 horas atrás

Acordo noticiado um ano antes. Assinado entre as partes e anunciado normalmente pq acordo não precisa ter grampo no telefone, certo MAIOR devedor DO ESTADO?
Enquanto falo do acordo sem constrangimento, uns e outros fogem de certos assuntos, acovardados e envergonhados como semPRe foram.

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
20 dias 10 horas atrás

Quero só ver quando o MITO descobrir a falcatrua do canetaço na calada da noite pra ”legalizar” a invasão do patrimônio público..

esse ano o temer sem foro cai na lava jato e vamos descobrir como foi o ”acordo”..

Curitibano Gema
Curitibano Gema
20 dias 13 horas atrás

Todo ano o Paraná começa do zero. Zero orçamento, Zero expectativas, Zero títulos.

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
20 dias 10 horas atrás

ah mas esse ano ta começando negativo… Funcionários sem salário do ano passado..

Cláudio
Cláudio
20 dias 9 horas atrás

Tava lembrando aqui.
Vcs não são 100% calotheiros. Só 99,9.
Afinal, o Ivens e o blogueiro foram pagos né?

Cláudio
Cláudio
20 dias 14 horas atrás

Contagem regressiva pra infestação de pulgas na matéria.
3-
2-
1-

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas