enkontra.com
Fechar busca

Paraná Clube

Paraná Clube

Paraná Clube

Posição carente

Paraná Clube e a saga da lateral direita

Tricolor emprestou Cristovam ao Ceará e perdeu Júnior para o CRB. A tendência é que novas peças sejam anunciadas nos próximos dias

  • Por Diogo Souza
Foto: Jonathan Campos

Qual torcedor do Paraná Clube aí não lembra de um tal de Gil Baiano, Balu ou Denílson? Bons tempos, né? Pois bem, a lateral direita do Tricolor já tem sido uma posição que tem deixado os paranistas de cabelos em pé. Se em 2017 o Paraná contava com Cristovam e Júnior na conquista do acesso e deixava a torcida mais tranquila, no ano seguinte, o setor já foi um problema, já que Alemão não deu conta do recado e a equipe ficou, praticamente, a temporada inteira apenas com Júnior.

Mesmo tendo o veloz Diego Tavares em seu elenco, o Tricolor preferiu emprestá-lo ao Fortaleza, campeão da Série B do ano passado. Já Cristovam foi negociado com o futebol da Coreia do Sul. Em 2019, é certo que o Paraná não contará nem com Diego Tavares, nem Júnior e muito menos Cristovam.

Júnior já foi oficializado pelo CRB. Foto: Albari Rosa.

Júnior já foi oficializado pelo CRB. Foto: Albari Rosa.

Diego Tavares renovou o seu contrato com o clube cearense até o final do estadual, período em que também terminará o seu vínculo com o Paraná. Cristovam possui contrato com o Tricolor até 2020. No entanto, o interesse do Ceará, clube que conquistou a permanência na Série A, pesou. Com isso, ele acabou sendo emprestado ao Vozão até o fim de 2019.

Por conta do atraso de pagamentos salariais na reta final de 2018, o lateral-direito Júnior acabou sendo negociado com o CRB. O jogador tomou conta da posição no Paraná na última temporada e se destacou, principalmente, no setor defensivo, com várias roubadas de bola por jogo.

+ Vai e vem: Confira TODAS as notícias sobre o mercado da bola!

Com o trio longe, a tendência é que o técnico Dado Cavalcanti conte com o jovem Kennidy, que subiu das categorias de base, e com o volante Wesley Dias, que foi improvisado no setor na reta final do Brasileirão e agradou. A renovação de contrato do jogador, entretanto, ainda não foi confirmada.

Por fim, o experiente Éder Sciola, 33 anos, que disputou as últimas temporadas pelo Brasil de Pelotas, pode chegar para reforçar o setor. Nos dois últimos anos, o atleta disputou 83 jogos com a camisa do clube gaúcho e chegou a marcar oito gols.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

1 Comentário em "Paraná Clube e a saga da lateral direita"


Cláudio
Cláudio
5 meses 23 dias atrás

Keslley hoje atacante, era lateral direito.
Alguém com o olho clínico percebeu características para atuar no ataque.
Garimpa que acha.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas