Em onze meses, o Paraná Clube manteve apenas quatro jogadores entre os titulares do início do Estadual até o final da Série B. Thiago Rodrigues, Éder Sciola, Luiz Otávio e Jenison participaram da estreia e do encerramento da temporada desde o começo, enquanto Rodolfo e Alesson também jogaram os dois confrontos.

O Tricolor começou o ano na derrota por 1×0 para o Operário, na Vila Capanema, pelo Campeonato Paranaense, sob o comando de Dado Cavalcanti. Com um a menos, já que Eduardo Bauermann foi expulso logo no início da partida, o gol do Fantasma saiu no final do jogo.

+ Leia mais: Paraná Clube vive situação crítica com atraso de salários

O time que entrou em campo foi: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Eduardo Bauermann, Fernando Timbó e Juninho; Luiz Otávio, Kadu e Higor Leite; Andrey, Jenison e Keslley. Mais três jogadores entraram em campo: Alesson, Rodolfo e Rodrigo Porto. O Paraná encerrou 2019 na sexta-feira (29), no empate por 3×3 com o Botafogo-SP, para cumprir tabela, mas o último confronto que ainda valia algo em disputa foi na igualdade por 1×1 com o Criciúma, na penúltima rodada, com Matheus Costa de treinador. Um terço do time foi o mesmo do primeiro confronto diante do Fantasma.

A equipe que iniciou teve: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Fabrício e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Itaqui e Matheus Anjos; Jhemerson, Jenison e Bruno Rodrigues. Os três acionados na segunda etapa foram Jhony Douglas, Vitinho e Alesson.

Éder Sciola é outro atleta que iniciou e terminou o ano como titular. Foto: André Rodrigues.

Curiosamente, os quatro jogadores que começaram e terminaram a temporada como titulares têm contratos para o ano que vem. O zagueiro Rodolfo e o meia Alesson, que também jogaram as duas partidas, são outros com vínculos para a temporada seguinte. Já Jhemerson, com um jogo, é mais um que estará no elenco. O futuro desses atletas, contudo, ainda é incerto. O Paraná deve salários desde agosto e precisa arrumar recursos também para pagar os meses que ainda não venceram.

Sem previsão de pagamento, o presidente Leonardo Oliveira tem a missão de organizar o departamento de futebol, mesmo sem pagamento, para planejar 2020. Sérgio Malucelli, que comanda o Londrina, é ventilado como uma solução nos bastidores do clube e uma aproximação não está descartada.

Mais do Tricolor:

+ Lateral-direito volta ao Paraná Clube após temporada no Ceará
+ Último jogo teve menor público de 2019
+ Teve provocação a jogador do Paraná na festa do Coritiba