O Paraná Clube não poderia ter terminado melhor a primeira fase do Campeonato Paranaense. Mesmo com um time recheado de reservas, o Tricolor fez mais um grande jogo e venceu o time principal do Atlético por 1×0 na noite de quarta-feira (29), na Vila Capanema. O resultado positivo comprovou o grande momento do time paranista na temporada, que agora terá novamente o Furacão pela frente nas quartas de final do Estadual.

“A equipe mostrou que é muito forte e está muito preparada, apesar de ser muito jovem. A gente foi maduro e estamos todos felizes, mas sabendo que a partir de agora em uma semana pode ir tudo por água abaixo. Vamos continuar trabalhando, escutar o professor e manter essa humildade, um correndo pelo outro. É essa união e humildade que está levando a gente longe”, cravou o meia Zezinho, que fez seu melhor jogo com a camisa paranista, diante do seu ex-clube.

Quem também teve uma boa atuação foi o atacante Robson. Visivelmente sem ritmo de jogo, o centroavante deu mais qualidade ao setor ofensivo paranista e deu o passe para o gol marcado pelo meia Renatinho, no segundo tempo.

“Acho que não poderia ter sido melhor a minha estreia. Foi com o pé direito e espero dar alegria para essa torcida. Espero que continue no mesmo nível e assim vamos ajudar o Paraná nessa tão sonhada conquista”, ponderou o camisa 7 do Tricolor, que já projeta o duelo contra o mesmo Atlético, agora pelas quartas de final do Campeonato Paranaense.

“Vai ser difícil. A gente sabe que o Atlético tem uma bela equipe, mas, como eu falei, tem que respeitar. Quem quer ser campeão não pode escolher adversário”, acrescentou o atacante paranista.

Com uma campanha irretocável, o Paraná Clube não teme um novo clássico contra o Rubro-Negro. Quem garante isso é o zagueiro Artur. O defensor paranista afirmou que um novo embate valoriza ainda mais o Estadual e a bela caminhada do Tricolor até aqui.

“Fiquei sabendo agora que será o Atlético nosso adversário, mas é o campeonato. Quem ganha é o campeonato. Isso valoriza o Campeonato Paranaense. Vamos com tudo de novo e vamos ver se agora a gente consegue deixar eles eliminados”, arrematou ele.