Próximo do término da Série B, o Paraná Clube está se mexendo nos bastidores e o executivo de futebol, Alex Brasil, é quem está no comando dessas ações. O dirigente deve continuar na Vila Capanema em 2020.

Com contrato até o final do Estadual, o diretor paranista tem a missão de tratar da renovação com o técnico Matheus Costa, que sinalizou vontade em permanecer e avaliar o elenco para a próxima temporada.

O planejamento começou após a derrota para o Atlético-GO, há duas rodadas, que praticamente decretou a chance de acesso. O empate diante do Criciúma, três dias depois, só confirmou o cenário improvável de subir de divisão.

Alex Brasil e Matheus Costa, por exemplo, já tiveram uma conversa preliminar no último sábado (23) para tratar da continuidade do treinador. O presidente Leonardo Oliveira também participou do encontro. Na sexta-feira (29), o Tricolor encara o Botafogo-SP na Vila Capanema, pela última rodada da Série B. Há a expectativa, inclusive, para que uma definição sobre o comando técnico seja oficializada depois do jogo.

Enquanto isso, dois atletas já não fazem parte do elenco. O meia-atacante João Pedro, com uma lesão na panturrilha, retornou ao Athletico, enquanto o atacante Rodrigo Porto também se despediu do clube para voltar para a Tombense.

+ Confira a tabela e a classificação da Série B!

O clube também conversa internamente sobre a estratégia de contratação para 2020. A ideia inicial é buscar atletas que atuaram nas Séries B, C e D, além de buscar jogadores pontuais, sem custo, em times de expressão da Série A que não serão aproveitados.

Do atual elenco, 24 atletas possuem contratos que se encerram ao final do Campeonato Brasileiro. Outros 12 têm vínculo com o clube paranista, mas podem ser emprestados, como Jhemerson, Alesson e Rafael Furtado, com objetivo de ganhar experiência ou até ter vitrine para ser vendido.

Mais do Tricolor:

+ Conheça os motivos do Paraná Clube pra renovar com Matheus Costa
+ João Pedro deixa o Paraná e retorna ao Athletico