Titular do Paraná Clube nas últimas partidas, o lateral-esquerdo Guilherme Santos espera contribuir para o time se classificar diante do Londrina nesta terça-feira (19), às 19h15, no estádio do Café, pela segunda fase da Copa do Brasil. O jogador tem se destacado nos passes, mas ainda não balançou as redes.

+ Leia também: Tricolor vai forte e intenso contra o Londrina

Em quatro jogos, sendo três pela Taça Barcímio Sicupira e um pelo torneio nacional, o lateral deu três assistências e é o líder neste quesito na equipe paranista. O atleta, que chegou durante o mês de janeiro, assumiu a posição na vaga de Juninho na quarta rodada do Estadual, contra o Toledo, e não saiu mais. E agora também quer marcar seu gol.

“Meu objetivo maior é esse. Vim para ajudar e não gosto de não poder ajudar, como sempre fiz em outros times com assistências. O gol nunca foi o meu forte, mas se for pra fazer e conseguir a classificação, será de bom grado”, afirmou ele.

+ Mais na Tribuna: Tubarão está de olho na grana da Copa do Brasil

De fato, o lateral-esquerdo não tem o costume de chegar no ápice do futebol. Em sua carreira, Guilherme Santos, de 31 anos, fez apenas nove gols. A melhor marca foi em 2012, quando atuava pelo Figueirense e marcou três vezes na temporada. Ele não faz um gol desde o dia 25 de maio de 2017, quanto atuava no Anorthosis, do Chipre.

O Tricolor precisa vencer o jogo para avançar de fase nesta noite. Em caso de empate, a vaga será decidida nos pênaltis. Quem se classificar enfrenta o vencedor de Tombense e Botafogo-PB, na terceira fase da Copa do Brasil.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!