O gerente de futebol do Paraná Clube, Alex Brasil, foi suspenso por 40 dias pela 4ª comissão disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em julgamento nessa quinta-feira (40).

Desta forma, o dirigente não viajou com a delegação para a partida deste sábado (26), contra o Brasil-RS, em Pelotas. O clube já recorreu ao pleno do tribunal, mas a decisão do efeito suspensivo ainda não foi tomada.

Alex Brasil foi denunciado em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) – ameaça (243-C ) e ofensa moral (243-F) – após os relatos do árbitro Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro na súmula da partida contra o Vitória, em 29 de agosto.

+ Confira a classificação completa da Série B!

A defesa do Tricolor conseguiu desclassificação das denúncias e o dirigente acabou enquadrado em um artigo mais brando, que fala em “ato contrário à moral desportiva”. Como tem um longo histórico de condenações do STJD, o dirigente não pegou pena mínima, que era de uma partida.

+ Mais do Tricolor:

+ O “cara” do Paraná, Allan Aal tem perfil de “paizão” e ganha prestígio
+ Paraná terá mudanças pra encarar o Brasil de Pelotas
+ Renan Bressan pode entrar pra lista de camisas 10 marcantes do Paraná


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?