O técnico Matheus Costa aprovou a recuperação do Paraná Clube na virada sobre o CRB, nesta quinta-feira (5), em Maceió. Após um primeiro tempo apagado, sendo dominado pelo time alagoano, o Tricolor voltou mais agressivo, pressionando pelos lados do campo e chegando aos dois gols, marcados aos 29 e 31 minutos da etapa final.

+ O jogo: Paraná vence de virada e entra no G4

O treinador admitiu o início ruim da equipe. “A gente estava com a bola e só estava com o passe, mas não tinha os passes para agredir o adversário. O CRB, quando tinha a bola, criou perspectiva para chegar em gol”, disse Matheus, citando principalmente como o jogo correu até os 25 minutos, quando o Paraná até dominava, mas não criou uma oportunidade sequer.

+ Personagem: Herói da virada, Sueliton quase deixou o Tricolor

Atrás no placar, era obrigatório mudar o panorama da partida. “A gente se soltou mais, procurando agredir. Tivemos que arriscar e utilizando agressividade pelos lados”, explicou o técnico paranista. Foi dessa forma que os visitantes passaram a controlar o jogo e conseguiram a virada. “Mudou com nosso ímpeto, nossa mentalidade”, garantiu Matheus.

+ Confira a classificação completa da Série B!

O Paraná agora tem oito dias até entrar em campo pela 22ª rodada, no sábado da próxima semana (14), contra o Cuiabá, na Vila Capanema. Para Matheus Costa, a chance de dar uma resposta positiva para a torcida. “Se a gente mostrar um bom desempenho, a torcida vai vir com a gente. Se não tiver bom desempenho em casa e a cobrança existe, a gente precisa estar mentalmente preparados. Acredito que vamos ter um bom desempenho com todos os atletas à disposição e a torcida vai estar ao nosso lado”, finalizou.