Se o jornalista cansa, imagine o torcedor. O Paraná Clube conseguiu tirar todo mundo do sério ontem, conseguindo perder o jogo para o horrível time do Bahia. Arrumar culpados é a coisa mais fácil do mundo.

Os três zagueiros, que sucumbiram com falhas sucessivas. Rafinha, que perdeu gols fáceis. Adriano, Wando e Alex Afonso, que não conseguem sequer chutar a gol. João Paulo, que não acertou passes. Davi, que não jogou.

Sérgio Soares, que tirou Davi -que, mesmo jogando mal, é a referência técnica da equipe. Mas é o contexto tricolor que leva à tanta coisa errada. A estrutura paranista tem problemas da base até o cume, e realmente é complicado imaginar que o time suplantará tudo isso para voltar à primeira divisão. Agora, como diz o filósofo, é juntar os cacos e lutar para manter o time na Segundona. Infelizmente!