Paul Ricard – Não foi um treino muito representativo, em razão dos vários problemas que todas as equipes tiveram com o Dallara-Renault da nova categoria criada pela FIA, a GP2. Não deixa de ser bom para Nelsinho Piquet, contudo, estabelecer o primeiro tempo no primeiro treino coletivo da competição, realizado ontem em Paul Ricard, no sul da França, 1min21s746. ?O carro é bom, veloz, há muito trabalho ainda para ajustá-lo e foi ótimo registrar o melhor tempo?, disse o piloto.

Assim que deixou o boxe, pela manhã, precisou retornar. Três horas se passaram até que os mecânicos da Hitech Piquet Sports solucionassem um problema de transmissão, semelhante à dos carros de Fórmula 1, com comando para troca das marchas atrás do volante. Nelsinho completou 18 voltas apenas. Hoje será a vez de seu companheiro, Xandinho Negrão, assumir o carro.

A Dallara entregou, até agora, apenas um exemplar a cada equipe da GP2. ?Esses dias de treinos serão importantes para solucionar todas essas panes que surgem em carros novos?, falou Felipe Vargas, diretor-técnico do time. O francês Nicolas Lapierre, da Arden, ficou em segundo, 1min23s303, e o finlandês Nico Rosberg, da ART, em terceiro, 1min23s504.

Em Valência

A chuva atrapalhou o treino das equipes de Fórmula 1 ontem em Valência, na Espanha. A maioria dos pilotos deu poucas voltas na pista molhada e o mais rápido do dia foi o alemão Michael Schumacher, que marcou 1m21s766 com sua Ferrari. O outro piloto da Ferrari, o brasileiro Rubens Barrichello, também esteve em ação ontem, mas ele deu apenas 14 voltas na pista. Mesmo assim, fez o segundo melhor tempo do dia (1m23s636).