O escocês Andy Murray não deu chances ao americano Andy Roddick neste sábado e garantiu vaga na decisão do Torneio de Queen’s, disputado na grama de Londres. Apoiado pela torcida, o britânico derrotou o especialista no piso rápido por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, em apenas 59 minutos de partida.

Na decisão, Murray terá pela frente o francês Jo Wilfried Tsonga, que eliminou neste sábado o britânico James Ward, uma das surpresas da competição, por 6/3 e 7/6 (9/7). Os dois tenistas vão disputar suas segundas finais do ano, em busca do primeiro título na temporada.

Murray, número quatro do mundo, foi derrotado na decisão do Aberto da Austrália, enquanto Tsonga caiu na final do Torneio de Roterdã, na Holanda. No confronto geral entre os dois, o escocês leva vantagem com quatro vitórias em cinco jogos disputados no circuito profissional.

Para alcançar a final em Queen’s, Murray surpreendeu neste sábado ao mostrar maior eficiência do que o rival no saque. O escocês registrou 13 aces, contra apenas três de Roddick, conhecido pelo seu potente serviço.

Desta forma, o tenista local não teve o serviço ameaçado em nenhum momento da partida. Roddick, por sua vez, sofreu com os vacilos no saque e acabou levando quatro quebras de saque.

A final deste domingo foi antecipada em duas horas por causa da previsão de chuva em Londres. Murray e Tsonga entrarão em quadra às 8 horas (horário de Brasília).