Se dentro de campo a Taça Barcímio Sicupira, o primeiro turno do Campeonato Paranaense vem mostrando jogos disputados e uma briga acirrada por uma vaga na semifinal, fora dele a competição vem deixando a desejar. Após cinco rodadas, o torneio apresenta a simplória média de 2,8 mil pagantes por partida. Baixos públicos que tornam os jogos dentro de casa deficitários, até o momento, para sete das 12 equipes participantes.

+ Leia também: TJD-PR pode derrubar torcida única do Athletico no Paranaense

Se os clubes estão tendo dificuldades, por outro lado a Federação Paranaense de Futebol (FPF) já arrecadou R$ 191 mil, relativos aos 10% da renda bruta que devem ser repassados em cada partida à entidade que organiza o Estadual, conforme regulamento aprovado pelos participantes.

Mesmo o FC Cascavel, líder do Grupo B, equipe que mais lucrou até o momento com partidas como mandante, angariou renda líquida inferior à metade da verba destinada à FPF: R$ 63,9 mil ficaram nos cofres do clube do interior após três duelos no Olímpico Regional.

+ Mais na Tribuna: FPF manda ofício pra CBF pra explicar possível irregularidade no Paranaense

Além do time do Oeste, somente Paraná Clube (R$ 53,6 mil), Cianorte (R$ 15,9 mil), Toledo (R$ 10,2 mil) e Cascavel CR (R$ 3,1 mil) estão no azul após os confrontos dentro de casa no Paranaense.

Coritiba é um dos times que estão sofrendo com estádios vazios e tendo prejuízo ao jogar. Foto: Albari Rosa
Coritiba é um dos times que estão sofrendo com estádios vazios e tendo prejuízo ao jogar. Foto: Albari Rosa

Em contrapartida, vêm tendo prejuízo e ficando no vermelho Athletico (R$ 118,1 mil negativos), Coritiba (R$ 32,5 mil), Operário (R$ 31,3 mil), Londrina (R$ 29,3 mil), Foz do Iguaçu (R$ 12,7 mil), Rio Branco (R$ 12,1 mil) e Maringá (R$ 8 mil).

+ Confira os jogos e a classificação do Campeonato Paranaense

Os números desta temporada até o momento ressaltam também a dupla Atletiba com a maior média de público dentre os participantes. Mesmo com o time de aspirantes, o Furacão tem média de 7,4 mil nos dois duelos que teve na Arena, enquanto o Coxa manteve média de quatro mil torcedores nos três embates jogados no Couto Pereira. Já o Tricolor tem média de 3,3 mil.

Dos clubes do interior, Operário e FC Cascavel têm a melhor média até o momento, com 3,5 mil pagantes por jogo, seguidos por Toledo (3,3 mil), Maringá (2,6 mil), Cianorte (1,8 mil), Rio Branco (1,7 mil), Londrina (812), Cascavel CR (686) e, por fim, Foz do Iguaçu (671).

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!