Roma – das agências – A Justiça reduziu a pena dos quatro clubes italianos envolvidos no escândalo de arbitragem que abalou o futebol do país. A decisão do Tribunal da Federação é definitiva depois do julgamento em segunda instância, que teve seu resultado anunciado ontem.

Agora, o único clube rebaixado para a 2.ª divisão do Campeonato Italiano é a Juventus, justamente a maior envolvida no escândalo. Mas o time de Turim não irá mais começar a Série B com 30 pontos negativos – parte com 17.

A Juve teve ainda confirmada a perda dos títulos conquistados em 2004/05 e 2005/06. Com a punição, a Juventus perdeu parte da equipe campeã da última temporada. Craques como o brasileiro Emerson e o campeão do mundo Cannavaro foram para o Real Madrid, enquanto Zambrotta e Thuram seguiram para o Barcelona.

Já o Milan vai começar o Campeonato Italiano de 2006/07 com 8 pontos negativos, ao invés dos 15 determinados no primeiro julgamento. O clube também conseguiu recuperar a sua vaga na próxima edição da Liga dos Campeões da Europa.

Mas os dois maiores vencedores do recurso judicial foram Fiorentina e Lazio, que tinham sido rebaixados no primeiro julgamento. Ontem, ambos conseguiram se manter na 1.ª divisão – em compensação, começam o campeonato com pontos negativos.

A punição da Fiorentina é de 19 pontos negativos, enquanto que a Lazio começa com 11 pontos a menos.