enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Guga pega Goran em Indian Welss

  • Por Agência Estado

O ar seco do deserto da Califórnia e um sol tórrido, com temperaturas altas durante o dia e frio à noite, preocupam os tenistas, que bebem grandes doses de água, como um ingrediente a mais na preparação para a disputa do primeiro Masters Series de 2003, em Indian Wells. A reação do físico é imprevisivel, assim como é o adversário do brasileiro Gustavo Kuerten na primeira rodada do torneio, o croata Goran Ivanisevic, ex-campeão de Wimbledon em 2001, hoje número 680 do ranking e dono de um dos saques mais poderosos do circuito.

“Jogar contra o Goran é sempre difícil”, disse Guga, que neste domingo treinou em Indian Wells com o espanhol Feliciano Lopez, canhoto como o adversário croata. “Ele (Goran) é um jogador imprevisível.” Se em condições normais já é mesmo complicado definir como pode reagir Ivanisevic na quadra – um tenista temperamental e que usa a força de seu saque como a chave de seu jogo – agora então que ele atravessa uma fase de recuperação fica ainda mais difíci l prever o que pode acontecer.

Depois de conquistar o título de Wimbledon em 2001, Goran resolveu passar por uma cirurgia no ombro, pois vinha jogando a base de antiinflamatórios. Como ficaria muito tempo fora das quadras, pediu à ATP a proteção de seu ranking, mantendo uma colocação razoável na sua volta ao circuito. Por isso, mesmo sendo o número 608 entrou direto na chave. Nesta sua volta, porém, Ivansisevic continua enfrentando problemas. Num torneio challenger há quase dois meses, perdeu na primeira rodada por causa de dores no ombro. Depois do ATP Tour de Dubai, também foi eliminado na estréia, só que com uma torção no joelho. Sua participação em Indian Wells é assim uma surpresa.

Guga não quer se descuidar. Especialmente numa quadra rápida como a de Indian Wells, o tenista croata pode se tornar muito perigoso, arriscando tudo no seu saque e em pontos rápidos. O brasileiro, porém, já tem uma boa experiência contra o ex-campeão de Wimbledon. Em sete confrontos venceu cinco, sendo quatro deles em superfícies parecidas com as dos Estados Unidos.

O Masters Series de Indian Wells será um belo teste as atuais condições de Guga. O torneio distribui no masculino US$ 3 milhões e outros US$ 2,1 milhões no feminino. No sorteio da chave, neste fim de semana, as emoções prometem ser fortes desde as primeiras rodadas.

O atual número 1 do mundo, Lleyton Hewitt inicia a defesa de seu título em Indian Wells tendo pela frente o marroquino Younes El Aynaoui, para quem perdeu no início deste ano, no Aberto da Austrália, em quatro sets. Quem passar por este jogo, pegaria na segunda rodada o russo Yevgeny Kafelnikov ou o checo Radek Stepanek.

Também para o número 2, Andre Agassi a vida não está fácil. No seu jogo de estréia pega o ex-número 1 do mundo, o chileno Marcelo Rios, para quem já perdeu duas vezes e ganhou apenas uma.

Entre os brasileiros, André Sá e Fernando Meligeni cairam no qualifying. Sá perdeu para o chileno Nicolas Massu por 6/1 e 6/2, enquanto Meligeni foi eliminado pelo belga Oliver Rochus por 6/3 e 6/1.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas