enkontra.com
Fechar busca

Coritiba

Coritiba

Coritiba

Tudo calmo

Sem crise interna, Coritiba acelera montagem do time

Diretoria do Coritiba tenta “erro zero” nas contratações, para conseguir fazer mais gastando menos em 2019

  • Por Cristian Toledo
Samir Namur eliminou o risco de impeachment e abriu caminho para o executivo Rodrigo Pastana, o responsável pela reformulação do elenco. Foto: Albari Rosa

Um clube com ambiente tranquilo, projetando a próxima temporada e querendo acelerar o processo de reformulação do elenco. Essa frase não se aplicaria ao Coritiba na segunda-feira da semana passada (26), mas nesta segunda (3) pode ser usada tranquilamente. Com a crise institucional resolvida, a diretoria alviverde passou os últimos dias em trabalho incessante para remontar o grupo com o mesmo objetivo de 2018 – voltar para a primeira divisão do futebol brasileiro.

+ União: Clubes se reúnem para tentar resolver impasses da transmissão do Paranaense

Se isso fosse falado nas semanas passadas, ninguém acreditaria. O presidente Samir Namur estava ameaçado por um pedido de impeachment, nomes fortes da oposição se uniam para criar uma chapa de consenso e a sensação era de que o Coxa viveria uma longa e imprevisível crise institucional. Mas a articulação da diretoria dentro do Conselho Deliberativo arquivou o pedido de Assembleia Geral, acabando com o risco de perda de cargo do G5, que comanda o clube.

+ Opine: Vale a pena manter Alecsandro no elenco?

No meio da crise, o executivo de futebol Rodrigo Pastana dizia não se preocupar com os problemas internos do clube. Agora, com calmaria, o novo homem-forte alviverde está debruçado sobre nomes para reforçar o time – e também a comissão técnica. O desafio é refazer um grupo que foi muito questionado em 2018, e por conta disso será bastante modificado.

+ Definido: Clube confirma planejamento da pré-temporada

O que se pode cravar é que Wilson, ídolo maior do Coxa, e a garotada (Thalisson Kelven, Romércio, Vitor Carvalho, Julio Rusch, Matheus Bueno, Kady, Yan Sasse e Guilherme Parede) vão permanecer. Sem contar a meninada que alternou entre o time principal e o de aspirantes durante a temporada. Alguns jogadores que foram bastante criticados, como Abner e Pablo, têm chances razoáveis de ficar.

+ Criatividade: Meio-campo ficou do Coxa ficou devendo

E é por isso que o Coritiba precisará ir – e muito – ao mercado. Na mira, jogadores como Alan Mineiro, do Vila Nova, já com experiência de Série B e que podem chegar para jogar. Até pela queda no orçamento, o plano é investir pouco, mas investir certo. É a razão para que, mesmo com pressa, a diretoria ainda não tenha feito nenhum anúncio. Não se quer errar. Ou, melhor, não se pode errar. Afinal, internamente as coisas se acertaram no Alto da Glória. Mas a torcida ainda está ressabiada depois de tudo que viu em 2018.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

15 Comentários em "Sem crise interna, Coritiba acelera montagem do time"


Edson Curitiba
Edson Curitiba
7 dias 18 horas atrás

A maior dificuldade será renovar o contrato de empréstimo do motorista do ônibus junto ao paranaito kkkk.

Verdao 1909
Verdao 1909
8 dias 6 horas atrás

Ja nao tem erro zero esse diretor de futebol Rodrigo Pestana ja foi um erro terem contratado, e so ver o curriculo dessa nerda, nao trabalhou em nenhum time que presta, nao vai trazer um jogador de qualidade so posta empurrado por empresario, portanto erro zero ja era, primeira contratacao uma posta

Observador Dec
Observador Dec
8 dias 12 horas atrás

Que bom, que continuem o ótimo trabalho do último ano!

NAAM Mussolini
NAAM Mussolini
8 dias 12 horas atrás

Não deveriam dispensar o Alecgay

NAAM Mussolini
NAAM Mussolini
8 dias 12 horas atrás

Um bom nome pro ataque do xoxa é o keirisson!

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas