Pela quinta vez, desde que o torneio foi criado, o Coritiba chegou às semifinais da Copa do Brasil. Entre os quatro classificados -junto com Palmeiras, Grêmio e São Paulo -, o Coxa, ao contrário do que ocorreu no ano passado, não tem a melhor campanha.

O Alviverde soma 17 pontos até aqui (cinco vitórias, dois empates e uma derrota) tendo a terceira melhor campanha. Fica atrás de Grêmio (24 pontos) e Palmeiras (19) e à frente apenas do São Paulo, justamente seu próximo adversário, que soma 16. Entretanto, o tricolor paulista disputou um jogo a menos – eliminou o Bahia de Feira por ter vencido por mais de dois gols fora de casa na segunda fase.

Porém, chegar às semifinal como o melhor time da competição nunca foi costume do Coritiba. A única vez que isto aconteceu foi no ano passado, justamente quando alcançou a final da Copa do Brasil. Nas outras vezes, o clube chegou com campanhas inferiores às dos adversários.

Em 1991, o time somou oito pontos – na época, vitória valia dois pontos -, atrás de Grêmio e Criciúma. Em 2001, o Coritiba foi invicto até as semifinais e somou 18 pontos, contra 19 do Corinthians. Em 2009, também fez 18 pontos, atrás do Internacional, que fez 19.

Além disso, nas quatros edições da Copa do Brasil em que o Coritiba chegou às semifinais, nunca o clube que teve a melhor campanha foi campeão. Pelo contrário. Assim como aconteceu com o Alviverde em 2011, Grêmio, Corinthians e Inter terminaram como vice, perdendo para Criciúma, Grêmio e Corinthians, respectivamente.

Para o técnico Marcelo Oliveira, o Coxa já mostrou sua força por mais uma vez ter chego às semifinais e acredita que isto por si só coloca o time em igualdade aos adversários. “Estamos entre os quatro de 64 equipes. Não vai ser fácil chegar, mas estamos cada vez mais fortalecidos. Não tememos ninguém”, apontou o treinador.