Considerado titular absoluto do Coritiba, o atacante Rodrigão, vice-artilheiro da Série B do Campeonato Brasileiro, com 11 gols, foi preterido pelo técnico Jorginho na vitória por 1×0 sobre o Guarani, na noite de terça-feira (8), no Couto Pereira. O camisa 9, junto com o meia Giovanni, foi parar no banco de reservas e o comandante alviverde explicou que tomou essa decisão parar tirar o centroavante da zona de conforto.

“Não quero ninguém se achando que é o absoluto. Aqui não tem ninguém absoluto, precisa lutar o tempo todo e não pode achar que está na zona de conforto. O Rodrigão é o artilheiro, capitão da equipe e falei para todos eles que não quero ninguém na zona de conforto. Falei para ele que poderia ficar chateado comigo, mas para que desejasse boa sorte para o menino que vai entrar. Que fosse dar um abraço nele. Na Série B, ninguém pode estar na zona de conforto”, explicou o treinador.

Contratado recentemente pelo Coxa e mesmo com duas vitórias em três jogos, Jorginho já teve que contornar sua primeira crise à frente do time. Depois da derrota para o Paraná Clube, seis jogadores foram flagrados em um festival sertanejo e revoltaram o torcedor do Verdão nas redes sociais.

Após a vitória sobre o Bugre, Giovanni, Rafinha e Robson comentaram sobre o episódio. O camisa 10, inclusive, pediu desculpas ao torcedor e admitiu arrependimento por ter ido ao show. O técnico também falou sobre o assunto e garantiu que não haverá segunda chance para novos acontecimentos como esse.

+ Confira a classificação completa da Série B!

“Eu venho de uma geração que sente a dor da derrota e ela tem um respeito muito grande pelo clube. Houve uma cobrança muito forte, tudo foi resolvido e não vai acontecer mais. Se acontecer, está fora e comigo não vai trabalhar. Os jogadores se cobraram e nós temos que entender que o torcedor vive da paixão. Eu não vou permitir que isso aconteça de novo. Se acontecer, não vai jogar mais comigo. Eles pediram desculpas e a torcida não merece isso. Que bom que os jogadores deram uma resposta com os três pontos”, finalizou o treinador.

Leia mais:

+ Torcida cobra jogadores e diretoria em vitória sobre o Guarani