O volante João Paulo, no Coritiba desde 2015 e com passagens por Paraná Clube e Atlético, será um dos personagens principais do clássico Atletiba decisivo deste domingo (8), às 16h, na Arena da Baixada, valendo o título do Campeonato Paranaense. O jogador, que foi ídolo do Furacão entre os anos de 2012 e 2014, conhece bem seu ex-clube, mas agora está do outro lado e prevê o duelo de volta da decisão do Estadual como “uma guerra” na briga do Verdão para conquistar o bicampeonato paranaense.

“Eles têm um bom time e estão fazendo um grande campeonato. Só que a gente sabe que temos que trabalhar muito, sempre quieto. Vamos trabalhar muito em campo, pois a gente sabe que na Arena será uma guerra, mas a gente vai para fazer um grande jogo”, cravou o volante alviverde.

Durante a sua passagem pelo Coritiba, João Paulo teve seu nome envolvido em uma polêmica. Especulou-se que o jogador teria uma caveira tatuada no corpo, mas a informação foi desmentida pelo volante. Aos poucos, então, o camisa 31 ganhou a empatia da torcida coxa-branca e, depois de quebrar a perna no ano passado, espera voltar a ter uma sequência na equipe alviverde.
“Fiquei quase um ano parado. Voltei e não aguentava treinar e jogar, bater na bola. Hoje estou feliz, dando uma sequência boa. Espero dar muita alegria para o Coritiba. Estou trabalhando cada dia mais para ajudar o Coxa. Felizmente estou conseguindo fazer o que o Sandro (Forner – técnico) tem pedido. Sou um cara que trabalho muito e o que faço no treino tento fazer no jogo”, emendou João Paulo.

O Coritiba, na vitória por 1×0 sobre o Atlético, no Couto Pereira, na primeira partida da final do Paranaense, acabou com uma sequência de sete jogos sem vitórias. Para João Paulo, o resultado positivo colhido diante do Furacão foi essencial para recuperar a moral do elenco alviverde.

“Para nós foi muito importante. Foi um jogo difícil, complicado. A gente vinha de jogos não muito bons. Essa vitória deu um ânimo na galera toda. Agora é trabalhar, focar e conversar com Sandro, pois será um jogo difícil na Arena. A gente vai com força total para sair com o título”, concluiu o volante coxa-branca.