O futebol apresentado neste início de temporada foi até aceitável, dentro das expectativas diante de tamanha reformulação com relação ao ano passado, mas o Coritiba, com apenas cinco pontos conquistados de nove possíveis, terá uma sequência difícil pela frente para tentar garantir a vaga na semifinal do primeiro turno do Campeonato Paranaense. O time terá pela frente, primeiro, logo o clássico contra o Athletico, nesta quarta-feira, às 21h30, na Arena da Baixada. Depois, vai enfrentar uma “mini Série B” contra Londrina, no Couto Pereira, e Operário, em Ponta Grossa.

Depois de golear o Foz, na estreia, por 4×0, fora de casa, o Coritiba veio para o Couto Pereira para encaminhar sua classificação nos duelos contra Maringá e Toledo. Duas vitórias deixariam o time com um pé na semifinal do Estadual. O Verdão, no entanto, empatou as duas partidas diante do seu torcedor e terá agora que arrancar pontos dos times de maior expressão para chegar entre os quatro melhores clubes do primeiro turno do Campeonato Paranaense.

+ Leia mais: Atletiba já tem a sua primeira polêmica

Para retomar a boa fase e seguir em busca da classificação, nada melhor do que uma vitória no clássico Atletiba de amanhã, na Arena da Baixada. Apesar de Athletico estar atuando com seu time alternativo neste Paranaense, será um bom teste para a equipe comandada pelo técnico Argel Fucks.

“Você sempre tem a chance de buscar a recuperação quando as coisas não ocorrem bem em um jogo. Viemos de dois empates em casa, somos ainda líderes do grupo. Temos um clássico bom de se jogar. É um jogo onde a responsabilidade é dividida, é 50% para cada lado. Os dois times têm que propor o jogo, tem que sair e se torna um jogo atrativo. É um jogo importante para a gente. Temos a oportunidade de fazer uma boa partida e buscar o resultado”, afirmou o treinador.

+ Confira também: Ação de jogador penhora cotas da Copa do Brasil e Brasileirão no Coritiba 

Nos dois jogos seguidos dentro de casa, o Coritiba controlou a partida, teve mais volume de jogo, mas foi pouco incisivo no ataque. Na verdade, o time teve dificuldades para sair da retranca imposta por Maringá e Toledo e deixou de somar mais quatro pontos nessas duas partidas. E é justamente nesse aspecto que o treinador espera que a equipe alviverde possa se sobressair no clássico. Ele acredita que o Verdão terá mais espaços para atacar e, assim, pode sair da Arena com um bom resultado.

“Nós temos um jogo importante na quarta. É um clássico, é sempre importante. Enfrentamos um time fechado (Toledo) e temos que reconhecer que não criamos muito. Vamos trabalhar mais a parte ofensiva e, jogando fora, o adversário vem um pouco mais e aí abre. Quem sabe aconteça isso na quarta-feira. O Athletico vai ter que sair, vai abrir espaço. No futebol é mais fácil destruir do que construir. Quando a gente criar, tem que ser cirúrgico e matar o jogo”, enfatizou Fucks.

+ Confira os jogos e a classificação do Campeonato Paranaense

Um pouco mais pressionado depois dos resultados ruins colhidos dentro de casa, o Coritiba vai tentar, nos três jogos restantes do primeiro turno, fazer a pontuação necessária e provar em campo que pode ter uma temporada diferente em 2019. Serão testes de fogo para o time do técnico Argel Fucks tentar reconquistar de vez o torcedor alviverde, a começar pelo clássico Atletiba, na Arena da Baixada.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!