enkontra.com
Fechar busca

Coritiba

Coritiba

Coritiba

Homenagem

Coritiba terá Couto Pereira lotado pra estreia na Série B do Brasileiro contra a Ponte Preta

Todos os 33 mil ingressos gratuitos em homenagem a Dirceu Krüger, falecido na última quinta (25), foram distribuídos

  • Por Gisele Rech
Último grande público do Coxa foi na final do Estadual em 2017. Foto: Arquivo

A estreia do Coritiba contra a Ponte Preta na Série B do Campeonato Brasileiro nesta segunda-feira (30), às 20h. no Couto Pereira, terá casa lotada. Logo após o falecimento de Dirceu Krüger, na última quinta (25), a diretoria anunciou que distribuiria ingressos para o jogo, como forma de lotar o estádio em homenagem a um dos maiores ídolos da história do Alviverde. A torcida respondeu prontamente à ação e ainda no sábado (27), os 33 mil bilhetes gratuitos já estavam esgotados.

+ Leia mais: Coxa tem dúvidas pra encarar a Macaca

O grande público que vai comparecer à estreia vai trazer de volta uma imagem cada vez mais incomum nas arquibancadas do Alto da Glória. A decepção do torcedor com o time, que voltou pra Segundona em 2017 e não conseguiu retornar à elite e as eliminações precoces nas últimas edições da Copa do Brasil, reflete diretamente no interesse dos coxas-brancas nos jogos.

No Campeonato Paranaense deste ano, por exemplo, no qual o Alviverde não conseguiu chegar à grande final, o clube teve apenas a terceira melhor média, atrás do bicampeão, Athletico, e do FC Cascavel, que fez uma bela campanha na Taça Barcímio Sicupira. No Estadual, o máximo de torcedores que compareceram ao Couto Pereira foi de 7.683, na final da primeira fase da competição, o que representou uma taxa de ocupação de menos de 20% em relação à capacidade do estádio.

+ Veja ainda: João Vitor fica no Coritiba até o final de 2019

No ano passado, o melhor público do ano foi de 13.184 torcedores, no primeiro Atletiba de 2018. Nem mesmo na decisão estadual, contra o Furacão, mais gente foi ao estádio. Na ocasião, apenas 9.577 coxas acompanharam a vitória do time no jogo de ida da decisão, cujo título acabou ficando com o Rubro-Negro. Desmotivados com a Segundona, o público seguiu modesto na disputa do campeonato nacional.

O último grande público, na verdade, que deve ser batido nesta segunda, foi no primeiro jogo da decisão do Campeonato Paranaense de 2017, quando o Coxa empatou em 0x0 com o Athletico. Na ocasião, 32.869 torcedores marcaram presença no estádio. Já na Arena, o Coxa levou o seu último título estadual, mas, depois, com a campanha irregular no Brasileirão, foi rebaixado na última rodada, o que desmotivou seus torcedores nas temporadas seguintes.

+ Também na Tribuna: Ex-companheiros se despedem de Krüger com muita emoção

Em 2016, o recorde foi de 22.950, em uma partida decisiva da Copa Sul-Americana, no jogo de ida das oitavas de final contra o Belgrano, disputado  no dia 21 de setembro daquele ano. O Coxa passou pra fase seguinte ao vencer, nas penalidades, na casa do adversário. No entanto, no jogo de ida contra o Atlético Nacional, apenas 17.170 torcedores acompanharam o empate. O time acabou eliminado na partida de volta e deu adeus à competição.

+ Confira a tabela da Série B de 2019

Por todos esses números, mais do que o simples estreia, o jogo contra a Macaca nesta segunda, que será marcado pela bela homenagem ao eterno Dirceu Krüger, pode representar uma injeção de ânimo para as duras batalhas que estão na trajetória do Coritiba até o final do ano. A empolgação da torcida, certamente, será um ingrediente fundamental para que o Alviverde alcance o almejado retorno à elite.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

 

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

48 Comentários em "Coritiba terá Couto Pereira lotado pra estreia na Série B do Brasileiro contra a Ponte Preta"


JOAQUIM  TEIXEIRA IRA
JOAQUIM TEIXEIRA IRA
1 mês 22 dias atrás

Melhor homenagem do que obrigar o maior ídolo a entregar o troféu de campeão para o terceiro time do maior rival nunca superarão. Acho que o desgosto que ele teve o matou.

Cid Pest
Cid Pest
1 mês 22 dias atrás

Acho que não, foram tantas a vitórias com gols dele em cima do time de fusão que ele está no lucro. Agora garanto que se ele tivesse a infelicidade de ter lido este seu comentário morreria de tanto rir.

Angelo Nobre
Angelo Nobre
1 mês 22 dias atrás

Estou curioso para saber a renda que vai dar. $$$$$$

cleverson ramos
cleverson ramos
1 mês 22 dias atrás

33 mil kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk VERGONHA NACIONAL, o ATHÉTICO conseguiu passar dos 40 mil a 100 pila o ingresso as pakitas nem fazendo caridade lotam.

Mario Quisero
Mario Quisero
1 mês 22 dias atrás

se queriam homenagear o krüger deveriam ter feito enquanto ele ainda estava vivo, agora depois de morto simplesmente é uma homenagem burocrática, pois ele não está mais entre nós para receber homenagem nenhuma , nem críticas, nada, homenagem deve ser feita para os vivos enquanto vivos…

Ricardo Soares
Ricardo Soares
1 mês 22 dias atrás

Que coisa !, como diz o Kico. O Kruger foi homenageado a vida toda pelo respeito que mereceu e recebeu. E pra’ culminar, um monumento muito legal, no local certo, tudo muito bom…
BOCAETERNAMENTE.

Ricardo Soares
Ricardo Soares
1 mês 22 dias atrás

Ali na frente da Vila tinha, nao sei ainda tem, um “busto ao atleta negro”, que um dia vi escondido sob o viaduto. Aposto que o Parana’ Clube nem.sabe disso e nao tem ideia do significado.

Ricardo Soares
Ricardo Soares
1 mês 22 dias atrás

Pior: conheço familias de afrodescendentes (ja’ adianto que muito dignas), que moram ha’ anos ali na antiga Vila de Oficios, que sao torcedoras do Parana’ Clube mas nao tinham conhecimento da origem e historia ligadas aos afrodescendentes que lhe deram uma marca local totalmente diferenciada.

Ricardo Soares
Ricardo Soares
1 mês 22 dias atrás

Essa vila fica dentro da Vila das Torres, exatamente na frente do Estadio Durival Brito e Silva.

Ricardo Soares
Ricardo Soares
1 mês 22 dias atrás

Esse busto tem que ser transferido para o interior de Vila Capanema, perto da Curva Norte, para que as novas geraçoes tenham um minimo conhecimento da trajetoria dessa instituiçao.

Ricardo Soares
Ricardo Soares
1 mês 22 dias atrás

Vamo la’, marketing ?
BOCAETERNAMENTE.

Eunicio Souza
Eunicio Souza
1 mês 22 dias atrás

percam e fiquem revoltadinhas porque a ponte “não respeitou” o kruguer

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas