A eliminação no Campeonato Paranaense foi dolorida, mas já ficou para trás. O Coritiba concentra as atenções, agora, na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, que começa no final deste mês. O time, depois de ser vice-campeão dos dois turnos do Estadual, vai entrar ainda mais pressionado para a disputa da segunda divisão. Apesar de ter o título do Paranaense como obrigação pela diretoria, o grande objetivo do clube começa agora e o acesso à Série A é fundamental nos planos da diretoria, sobretudo no aspecto financeiro.

No entanto, o caminho será longo em busca deste objetivo. O Coxa, ao lado do Sport, será mais uma vez um dos principais times da edição deste ano da Série B do Brasileiro. Mas um dos ensinamentos do ano passado mostrou que só ter a camisa mais pesada da competição nacional e o maior investimento não são fatores fundamentais para o sucesso.

+ Leia mais: No Coritiba, Alan Costa é o único que jogou todas as partidas

A Série B do Campeonato Brasileiro vai se apresentar mais uma vez bastante equilibrada. Por isso, para o técnico Umberto Louzer, conseguir uma regularidade pode ser o diferencial dos times que vão conseguir o acesso à primeira divisão. “A Série B do Brasileiro é um campeonato difícil, de muita qualidade. O ponto positivo é que o time está evoluindo e provou isso nos três últimos jogos. E isso tem nos dado essa casca. O momento é de unir forças, todo mundo se abraçar e atingir o nosso objetivo”, avaliou o comandante.

Para a sequência da temporada, o Coritiba, em campo, terá que reconquistar a confiança do exigente torcedor. Ressabiada pelo insucesso do clube nos últimos anos, a torcida está cada vez mais distante. No Couto Pereira, o Verdão tem carregado uma pressão maior e que acaba atrapalhando o rendimento da equipe. Somente uma sequência de bons resultados fará novamente o fator casa ser o diferencial do Coxa para conseguir o retorno à primeira divisão.

+ Derrota: Diretoria do Coxa não recebe aval para vender terreno

No Campeonato Paranaense, o Coritiba oscilou, especialmente nos jogos dentro de casa. A troca do técnico Argel Fucks por Umberto Louzer, ainda no primeiro turno, evidenciou certa falta de convicção da diretoria no comando do futebol. O novo treinador, porém, conseguiu fazer o Coxa jogar um pouco melhor. Vieram resultados melhores, mas a perda do título do segundo turno manteve alta a pressão sobre a equipe alviverde para a disputa da Série B.

Mas o técnico Umberto Louzer, logo depois de perder o título do segundo turno para o Athletico, na Arena da Baixada, garantiu que novos reforços vão chegar. Os atacantes Lucas Tocantins e Arancibia já foram confirmados. O lateral-direito Diogo Mateus, destaque do Paulistão pela Ferroviária, está perto de um acordo, informação confirmada à Tribuna pelo diretor de futebol Rodrigo Pastana. Pelo menos mais três ou quatro peças devem reforçar a equipe alviverde para fazer do Coritiba um dos protagonistas, de fato, da Série B de 2019.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!