O Coritiba demorou, mas finalmente conseguiu criar uma identidade na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O time tem conseguido atuar de forma propositiva, que foi a principal exigência da diretoria quando contratou o técnico Umberto Louzer. Mas ainda falta um detalhe: conseguir ser mais regular durante os 90 minutos. A equipe não conseguiu isso na derrota sofrida para a Ponte Preta, em Campinas, na semana passada e precisa que isso aconteça no confronto direto contra o Atlético-GO, neste domingo (8), às 11h, no Couto Pereira.

+ Leia mais: Rodrigão não se incomoda com jejum de gols

“Trabalhamos bastante em busca disso. Nessa competição a constância e a regularidade te levam ao seu objetivo. Contra a Ponte Preta pecamos em aspectos técnicos e em tomadas de decisões. Tiramos lições dessa partida. Temos trabalhado justamente para ter essa constância e a manutenção na maior parte do jogo para que a gente possa vencer o oponente”, avisou o treinador.

E, portanto, esta regularidade que Louzer tem buscado nessa semana cheia de treinamentos. Momento raro na caminhada do Coritiba durante a segunda divisão. Mas além dessas sessões a mais de preparação, o comandante trouxe para campo diversos aprendizados do revés sofrido diante da Macaca.

+ Veja ainda: Filas no Couto Pereira para se associar ao Coritiba

Se antes o Coritiba sustentava a marca de dez jogos sem derrotas, depois que perdeu para a Ponte Preta, em Campinas, já soma três partidas sem conseguir vencer na Série B. Nada que preocupe o atacante Rodrigão. O centroavante comentou sobre o momento atual do Coxa e sobre a diferença nas atuações de uma partida para outra.

+ BAIXE E OUÇA O SEGUNDO EPISÓDIO DO PODCAST DE LETRA!

“Nem todo jogo você vai conseguir fazer a mesma coisa do jogo passado. Fizemos um bom jogo contra o Vitória e, contra a Ponte Preta não foi a mesma coisa. Uma hora você vai dominar o jogo e outra hora você vai sofrer. Isso vai acontecer durante a competição. Temos que corrigir os erros, saber sofrer e fazer também o adversário sofrer, mas sempre buscando a vitória”, reforçou o camisa 9.

+ Também na Tribuna: Samir Namur diz que deixará dívidas de lado pelo acesso

Para voltar a vencer na Série B, o Coritiba aposta no fator casa. Mesmo tendo empatado diante do Vitória no seu último encontro com o torcedor, o time já provou sua força como mandante. No entanto, terá pela frente um adversário cascudo e que está empatado em pontos com o Verdão na classificação da competição nacional. A organização e o equilíbrio serão aspectos importantes para conseguir um bom resultado na visão do técnico Umberto Louzer.

+ Confira a classificação completa da Série B!

“Temos que jogar da mesma forma, sempre buscando propor o jogo, tomar a iniciativa. O time tem adquirido uma identidade dentro de casa. Precisamos voltar a vencer. E se vence de maneira organizada, bem equilibrada. O adversário é forte fora de casa e nos últimos quatro jogos sofreu só um gol, se defende muito bem. Temos que ter movimentações para desequilibrar o encaixe defensivo e consiga espaços. Será uma partida que vai nos exigir muito”, arrematou o comandante.