O Coritiba não estreou bem no seu retorno à Série A. Jogando em casa, o Coxa levou pouco perigo e foi derrotado por 1×0 pelo Internacional. O técnico Eduardo Barroca lamentou os desfalques, mas afirmou acreditar na evolução da equipe nas próximas partidas.

“Temos muitos jogadores fora de combate. Perdemos alguns no último jogo [Atletiba], importantes como Rhodolfo, Rafinha e Thiago Lopes. Ainda temos outros fora como Giovanni Augusto, Giovani e Nathan Ribeiro. O Brasileiro deste ano é um campeonato atípico”, disse.

A única chance real de gol da equipe foi um chute de longa distância de Galdezani ainda na primeira etapa. A queda de rendimento de um tempo para outro foi apontada pelo comandante, que mencionou o crescimento do adversário após as substituições. A assistência do gol de Guerrero foi dada por Thiago Galhardo, que tinha acabado de entrar na partida.

>> BLOG DO CRISTIAN: A análise da derrota do Coxa para o Inter

“No segundo tempo realmente não conseguimos manter o nível contra um adversário difícil. Num momento de desequilíbrio a troca do Internacional fez diferença e eles acabaram vencendo. Eles têm um elenco de alto nível, inclusive no banco, o que foi determinante para não conseguirmos reverter o resultado”, afirmou o técnico.

Por fim, Barroca explicou a opção por Wilson na vaga de Muralha. “Temos dois goleiros de alto nível. Hoje optei pelo Wilson que tem uma saída de bola diferente, joga bem com os pés e também está identificado com a nossa forma de jogar. O Muralha é um grande goleiro e vamos precisar de todos”, finalizou.

Na próxima quarta-feira (12), o Coritiba enfrenta o Bahia, fora de casa, às 20h30, pela segunda rodada.

+ Mais do Coxa:

+ Coritiba conta com novo patrocinador para o Brasileirão
+ Rafinha é operado e deve desfalcar o Coritiba por quatro meses


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?