Segundo uma fonte do departamento
do registros da Confederação Brasileira
de Futebol (CBF), não há motivo
para expectativa: Jackson está
regularizado para a rodada de domingo.

Apesar das controvérsias na interpretação do regulamento do campeonato brasileiro no que diz respeito ao registro de atletas, a comissão técnica coxa-branca está esperançosa quanto à possibilidade de contar com o meia Jackson para a partida de domingo, contra o Juventude, em Caxias do Sul.

Segundo uma fonte do departamento do registros da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), não há motivo para expectativa: tanto ele quanto o atcante Marlon estarão regularizados para a rodada de domingo. No entanto, a palavra oficial sobre a possibilidade ou não de os atletas participarem da partida do final de semana só será dada hoje, quando o departamento jurídico do Coritiba mantiver contato com a CBF.

Com o retardamento na apresentação de Jackson, que teve problemas dentários, o registro do atleta só foi efetivado na CBF ontem, juntamente com a documentação do atacante Marlon e do volante Gilmar. O assessor do departamento de registros do Coritiba, Fábio Zanetti, passou o dia no Rio de Janeiro a fim de regularizar a situação dos novos contratados do Alviverde. “O registro está feito. Agora só resta esperar o BID(boletim informativo diário) de amanhã (hoje)”, disse o coordenador de futebol do Coritiba, Sérgio Ramirez.

Segundo a fonte da CBF, tanto Jackson quanto Marlon estariam no documento, formulado na noite de ontem, e teriam condição de jogo para domingo, uma vez que a CBF tem usado o critério de liberar os atletas que estiverem no BID três dias úteis antes de cada rodada.

No entanto, o que deixa uma ponta de dúvida é o texto confuso do regulamento. No artigo 7.º do Capítulo III, que fala da condição de jogo dos atletas, diz que “após a realização da primeira rodada podem participar da competição os atletas cujos nomes constem no BID publicado na véspera do intervalo mínimo de três dias úteis antes da realização de cada partida”. Já no artigo seguinte, o intervalo aumenta para seis dias úteis, no que ser refere à documentação de cada atleta.

Sem nada poder fazer no aspecto burocrático, o técnico Paulo Afonso Bonamigo torce para que a informação extra-oficial da CBF seja verdadeira. “O Jackson treinou bem, está bem fisicamente. Tomara que tudo de certo”.

Bonamigo espera contar com Jackson

O técnico Paulo Bonamigo começa a definir hoje o time titular que enfrenta o Juventude, no domingo, em Caxias do Sul. Como a equipe viaja para o Rio Grande do Sul apenas no sábado, na sexta-feira o treinador deve realizar mais um coletivo. Para começar a delinear o time titular, Bonamigo espera a confirmação oficial da liberação de Jackson. “Ele está treinando bem e é um reforço importante, vai dar uma nova atitude ao meio-de-campo”, disse o treinador. Se for liberado, Jackson deve entrar no lugar de Pepo, dando uma maior criatividade na armação de jogadas.

Quem já está confirmado para a partida é o zagueiro Edinho Baiano, que machucou a clavícula no final de fevereiro e só agora fica à disposição. Com o retorno do capitão da equipe, Juninho deve ceder seu lugar na defesa. “Vamos ter uma folga para trabalhar e isso vai ser fundamental para a equipe ter uma nova atitude no domingo”, diz o treinador.

No ataque, apesar da participação discreta da dupla Edu Sales e Marcel até agora, a tendência é não haver mudança, mesmo com a cobrança da torcida. “É normal esse tipo de cobrança quando um atacante não faz gols. Mas é uma situação contornável. O negócio é não baixar a cabeça e ter força para voltar a marcar”, diz Edu Sales.

Para o jogador, o que atrapalhou o trabalho do ataque alviverde na derrota para o Internacional, no final de semana, foi a forte marcação do adversário. “Eles tiveram mérito em marcar muito bem, não dando espaços. A nós, faltou um pouco mais de movimentação, o que já vem sendo trabalhado”, concluiu o atacante, que já na partida de domingo deve ter a sombra de Marlon, que assim como Jackson deve ter a liberação confirmada pela CBF.