Após um começo de temporada ruim, com quedas prematuras no Campeonato Carioca e na Copa do Brasil, o Botafogo tenta se acertar. Fora de campo, a diretoria já acertou a contratação dos reforços de Renato e Elkeson. E a equipe também se recuperou: no último sábado, diante do Santos, conseguiu sua primeira vitória no Brasileirão. Diante disso, o técnico Caio Júnior está otimista.

“A análise dos dois jogos foi positiva pelas dificuldades que estamos enfrentando na formação e na juventude da equipe. Ela foi equilibrada, mas falta muita coisa, principalmente no aspecto ofensivo. Temos que melhorar a cada jogo, tentar acrescentar algo. De uma forma geral, estamos no caminho certo. Tenho que destacar também a dedicação dos jogadores”, declarou Caio Júnior.

Desde que chegou ao clube carioca, há pouco mais de dois meses, o treinador apontou que a principal mudança que implementaria na equipe seria ofensiva. Ele queria o Botafogo com mais posse de bola, ficando mais no campo de ataque. E agora parece satisfeito com a evolução.

“Melhorou consideravelmente, tivemos 58% (diante do Santos), mas precisamos ter mais posse de bola no campo do adversário. Isso requer mais treinamento, tempo, confiança e qualidade. Quanto mais tiver a bola perto da área, maior é a chance de criar”, analisou o treinador.

No próximo sábado, o Botafogo terá mais um teste pelo Brasileirão. O time carioca vai até Fortaleza, onde enfrenta o Ceará no Estádio Presidente Vargas, às 18h30, pela terceira rodada do campeonato. “Acredito que o jogo com o Ceará é um dos mais difíceis do campeonato, por atuar com a pressão do estádio contra um clube que venceu o Internacional no Beira-Rio. Conseguir pontuar lá seria muito importante para um grupo que busca a afirmação”, avaliou Caio Júnior.