O jornalista Mauro Cezar Pereira, comentarista dos canais ESPN, revelou os salários dos elencos atuais dos times das Séries A e B do Campeonato Brasileiro. Em seu blog no portal UOL, ele divulgou as quantias que os clubes pagam a partir de um levantamento em cima dos registros dos jogadores no sistema de registro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Entre os times paranaenses, evidentemente, o Athletico, único a disputar a Série A e Taça Libertadores, além da Recopa e Copa Suruga, é quem mais gasta. A folha salarial é de R$ 2,5 milhões, somente a 12ª entre os participantes da elite do futebol brasileiro, ao lado de Botafogo e Fluminense.

+ Leia mais: Tiago Nunes revela otimismo mesmo com tropeços do Athletico no Uruguai

Na Série B, com quatro representantes, o Coritiba lidera o ranking, com gasto de R$ 1,1 milhão mensal no grupo alviverde. O Paraná Clube, 5º na lista da segunda divisão, tem folha de R$ 590 mil até aqui. Londrina e Operário, outros paranaenses, são os últimos, com R$ 120 mil e R$ 70 mil, respectivamente.

As quantias acima são de contratos protocolados por cada agremiação na maior entidade do futebol brasileiro e dentro da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Apesar da revelação do jornal, a folha salarial de cada equipe não é exata e pode ser maior ou até menor.

Isso se deve a brecha em que os clubes podem pagar até 40% aos atletas em direitos de imagem. Muitos times, principalmente na elite do futebol nacional, passaram a pagar tudo ou grande parte de CLT, mas a grande maioria nas duas divisões segue com a divisão de percentuais. Ainda há outro atenuante que varia nos valores pagos por ter agremiações que dividem salários de jogadores emprestados entre elas, o que pode abaixar o gasto. De qualquer forma é um valor bem próximo da realidade.

+ Confira também: Coritiba terá jogos transmitidos pela TV Globo

Muitos times, principalmente na elite do futebol nacional, passaram a pagar tudo ou grande parte de CLT, mas a grande maioria nas duas divisões segue com a divisão de percentuais. Ainda há outro atenuante que varia nos valores pagos por ter agremiações que dividem salários de jogadores emprestados entre elas.

Confira a lista completa da folha salarial de cada clube nas Séries A e B:

Série A

Palmeiras: R$ 8,5 milhões
Cruzeiro: R$ 7,6 milhões
Corinthians: R$ 7,4 milhões
Flamengo: R$ 6,5 milhões
Internacional: R$ 4,7 milhões
Santos: R$ 4,4 milhões
São Paulo: R$ 4,3 milhões
Grêmio: R$ 4,2 milhões
Atlético-MG: R$ 4 milhões
Vasco da Gama: R$ 3 milhões
Bahia: R$ 2,8 milhões
Athletico: R$ 2,5 milhões
Botafogo: R$ 2,5 milhões
Fluminense: R$ 2,5 milhões
Goiás: R$ 2,2 milhões
Chapecoense: R$ 1,75 milhão
Fortaleza: R$ 1,5 milhão
Ceará: R$ 980 mil
Avaí: R$ 700 mil
CSA: R$ 300 mil

Série B

Coritiba: R$ 1,1 milhão
Vitória: R$ 900 mil
Ponte Preta: R$ 850 mil
América-MG: R$ 810 mil
Sport: R$ 810 mil
Paraná: R$ 590 mil
Guarani: R$ 520 mil
Botafogo-SP: R$ 380 mil
Figueirense: R$ 360 mil
Criciúma: R$ 340 mil
Atlético-GO: R$ 320 mil
Brasil de Pelotas: R$ 320 mil
Oeste: R$ 270 mil
Vila Nova: R$ 270 mil
CRB: R$ 190 mil
Bragantino: R$ 150 mil
São Bento: R$ 150 mil
Cuiabá: R$ 132 mil
Londrina: R$ 120 mil
Operário-PR: R$ 70 mil

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!