enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Volta por cima

Brasil vence República Tcheca de virada

Depois de empate polêmico contra o Panamá, seleção brasileira se reabilita e bate os tchecos, em Praga, por 3×1

  • Por Gisele Rech
Gabriel Jesus foi o autor dos gols da virada. Foto: Pedro Martins/MoWa Press

A seleção brasileira se reabilitou da má apresentação contra o Panamá e bateu a República Tcheca por 3×1 em Praga, nesta terça (26). Foi o último amistoso do time comandado por Tite antes da estreia na Copa América, contra a Bolívia, no dia 14 de junho, às 21h30, em Morumbi.

+ Leia mais: Furacão vai fazer dois jogos-treinos no Uruguai nesta quarta (27)

Os tchecos entraram com uma formação mais defensiva, com três volantes e apenas um atacante. Muito em função desta proposta tática, o jogo se concentrava,  no início no campo ofensivo da seleção. No entanto, com o adversário fungando no cangote, o Brasil tinha dificuldade de fazer a bola chegar à meta de Pavlenka e resultando em equilíbrio no jogo.

+ Treta: Alecsandro cobra mais de R$ 2 milhões do Coxa na Justiça

Aos 18, o Brasil chegou pela primeira vez com mais objetividade. Alex Sandro cruzou e Allan apareceu pra subir sozinho. A bola passou ao lado da meta tcheca. A resposta, no entanto, veio logo em seguida. Na cobrança de falta, Schick mandou rasteiro, a bola passou pela barreira e Alisson salvou a pátria, pulando com agilidade no canto direito pra fazer a defesa.

+ Veja ainda: Após ameaças, Andrey volta a treinar no Tricolor

Também foi de falta a primeira grande chance do Brasil, até então, na primeira etapa. Na cobrança, Casemiro soltou a bomba no meio do gol. Aí, foi a vez do goleiro tcheco intervir. No rebote, a bola sobrou pra defesa adversária afastar.

Depois daí, só deu República Tcheca. Aos 32, Pavelka subiu sozinho e cabeceou. Por sorte, o tiro saiu torto. Depois, foi Darida que chutou da entrada da área depois de avançar sozinho. Mas a bola desviou na defesa brasileira e foi pra escanteio.

Entretanto, aos 36, o Brasil não teve a mesma sorte. No erro na saída de bola, Masopust  tocou pra Pavelka chutar uma petardo da entrada da área e mandar a bola pro fundo das redes, abrindo o marcador na Arena Eden.

Segundo tempo

Para tentar reverter a sorte na etapa final, Tite trocou Lucas Paquetá por Everton. O gremista entrou animado no jogo, mas foi Roberto Firmino quem empatou. No erro de Selassie, que acabara de entrar, a bola sobrou por atacante do Liverpool, com oportunismo, deixar tudo igual em Praga.

Roberto Firmino fez mais um gol pela seleção. Foto: Pedro Martins/MoWa Press

Roberto Firmino fez mais um gol pela seleção. Foto: Pedro Martins/MoWa Press

+ Também na Tribuna: Paratiba deve ter torcida única no Pinhão

Pra complicar a vida do adversário, a República Tcheca começou a perder, por contusão, alguns titulares do time. O Brasil se aproveitou da falta de entrosamento dos tchecos para crescer no jogo. Aos 15, no contra-ataque, Everton tocou pra Coutinho, que soltou um tirambaço, mas o goleiro estava atento ao lance. Aos 31, foi a vez David Neres levar muito perigo pra meta adversária. Depois da tabela com Arthur, ele finalizou rasteiro, mas Pavlenka estava atento ao lance.

O gol da virada veio aos  37, com Gabriel Jesus, depois do cruzamento de David Neres, chegou com tudo pra fazer 2×1. E ainda deu tempo pra mais um dele. Depois jogada de Neres e Everton, Jesus recebeu na área, insistiu e fechou o placar em 3×1. Agora, o Brasil volta as atenções para a disputa da Copa América, que começa a ser disputada em junho.

Ficha Técnica

Amistoso Internacional

República Tcheca 1×3 Brasil

República Tcheca: Pavlenka; Coufal, Suchy, Celustka (Kúdela) e Novák (Selassie); Soucek, Pavelka (Kral), Darida (Frydek), Masopust e Zmrhal; Schick (Vydra).
Técnico: Jaroslav Silhavy

Brasil: Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro (Arthur), Allan, Philippe Coutinho (David Neres), Lucas Paquetá e Richarlison; Roberto Firmino (Fabinho).
Técnico: Tite

Local: Eden Arena
Árbitro: Ovidiu Hategan
Assistentes: Octavian Sovre e Sebastian Gheroghe
Gols: Pavelka, 36 do 1º; Firmino,3; Gabriel Jesus, 37 e 44 do 2º.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas